Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Na despedida da época 2013/14

Ao nosso leitor Fernando Albuquerque, com um abraço*


Fizemos de facto uma época de que nos podemos orgulhar.
Uma época que excedeu as melhores expectativas de quase todos.
Uma época de boa gestão, tanto no plano desportivo como no financeiro.
Uma época em que o Sporting voltou a falar apenas a uma voz - a do seu presidente.

Uma época em que a praça pública deixou de ser palco das questiúnculas internas do clube.
Uma época em que se pôs fim às contratações milionárias com rendimento zero.
Uma época em que os reforços foram isso mesmo: reforços.
Uma época em que se deixou de vender jogadores em saldo para pagar despesas correntes.
Uma época em que recuperámos parte dos passes dos jogadores que estavam na posse de "fundos".
Uma época em que se concretizou a reestruturação financeira que outros prometeram sem cumprir.
Uma época em que se restaurou a auto-estima que parecia ter emigrado para parte incerta.
Uma época em que a academia, mais que nunca, esteve no centro das prioridades leoninas.
Uma época em que o onze titular da equipa principal de futebol teve o selo da nossa formação.
Uma época de contínua valorização dos futebolistas profissionais - o principal activo do Sporting.
Uma época em que as claques estiveram mais unidas que nunca no apoio aos jogadores.
Uma época que se saldou no nosso regresso à Liga dos Campeões por acesso automático.
Uma época que todos queremos seja um trampolim para outra ainda melhor.

 

* Este texto resultou de uma troca de impressões com ele numa caixa de comentários

40 graus à sombra

Pode ser do sol: mas começo a achar que estamos mais fortes. Não somos candidatos a ganhar o título, não vamos às competições europeias e não podemos comprar  jogadores como o Porto e o Benfica. Isto pode ser bom. Pode querer dizer que Leonardo Jardim tem espaço para construir sem ameaças de despedimento ao primeiro empate, pode querer dizer que haverá um maior equilíbrio de egos no balenário e pode também querer dizer que jogadores motivados pela humildade trabalham mais que os outros. Sim, pode ser do sol, mas se esta equipa jogar regularmente bem e se for construindo uma dinâmica de vitória jogo a jogo, bom, eu cá por mim começo a achar que vamos ser mais fortes do que nos anos em que papagueávamos que íamos ganhar este mundo e o próximo.  Mas pode ser do sol, eu sei.

Noventa minutos

Noventa minutos de pausa, de férias da vida de todos os dias. Sem prazos, sem obrigações, sem compromissos e tarefas. Só aquela bola a rolar no relvado, dez jogadores, o Rui Patrício, o treinador e a vontade indomável do Marcelo Boeck a empurrar a equipa para a frente.

 

Noventa minutos, tic-tac, tic-tac, tic-tac... O entusiasmo inflacionado dos relatadores, a tragédia de dimensão universal quando há um erro de arbitragem contra nós, o riso franco e aberto quando um dos nossos faz uma gracinha. Os aplausos aos arranques mágicos de Capel, à irreverência e juventude dos miúdos da Academia. A voz do Botas: "Sportinguistas...". O Paulinho.

 

As camisolas, os cachecóis, as bandeiras. O verde e o branco. Os gritos. Os braços no ar. Os cânticos. As frases mágicas: "É goooooolo! É do Sporting!"

 

A alma lavada. A descompressão. O reset para uma nova semana.

 

Amanhã começa a nossa época.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D