Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Suplemento de alma

Éramos 34.122 (ou 221?) e pela primeira vez em muito tempo pareceu-me que todos remaram na mesma cadência e para o mesmo lado.

 

Comentei com o vizinho "hoje ganhamos" quando "O Mundo Sabe Que" foi cantado de forma quase, quase perfeita, respeitando os tempos da música brilhante popularizada pelo Xico Alberto.

 

A equipa entrou bem no jogo, mandando nele, demonstrando ao adversário e a quem estava na bancada, que estava ali para ganhar a eliminatória.

 

Esta opinião será muito subjectiva, mas acho que assistimos talvez à melhor exibição do Sporting, esta época, independentemente de uma ou outra exibição menos conseguida, que acho não dever ser apontada, uma vez que o objectivo foi alcançado e todos, com mais ou menos engenho, concorreram para ele. A começar pelo treinador, que pela primeira vez me parece ter sabido ler o jogo de um adversário e a acabar no Gudelj, que ontem até esteve certinho (o que será um enorme elogio, acho).

 

Escrevi aqui, no Verão quente, que a vontade que tinha era de mandar o Bruno Fernandes para o cesto da gávea, mas que vibraria a cada golo que marcasse e que esperava vibrar muitas vezes. Ontem lembrei-me algumas vezes do José Navarro, que tem uma embirração de estimação com o BF, quando o capitão fazia algumas jogadas disparatadas e fê-las, fruto do facto de estar sempre "em jogo", de querer para si a bola, de querer fazer jogar, de querer contagiar os colegas com a seu entusiasmo. Um desportivo reproduz hoje uma frase de BF que diz muito do seu carácter e que é mais ou menos "diziam que estávamos a morrer, mas afinal estamos bem vivos". BF não só jogou e fez jogar, como puxou também pelas claques por várias vezes, pedindo ainda mais apoio, que ontem foi inexcedível.  E depois é capaz de marcar golos como o de ontem, bola na gaveta, sem hipótese de defesa. Será justo referir nesta apreciação Acuña, Raphinha, Coates e Mathieu que estiveram um pouco acima da média, mas o Sporting é neste momento BF e mais dez. Se isso é mau? Pode ser, mas para esta meia-final foi a chave e quando assim acontece, o que nos daria gosto era que ele por cá ficasse e que viessem outros com a sua fibra, para que a brunodependência diminuisse um pouco e o jogador pudesse ser ainda mais eficaz. BF é hoje (foi ontem claramente) um enorme suplemento de alma não só para a equipa, mas para os adeptos. Só alguém muito ressabiado poderá ainda manifestar algum azedume contra o jogador, que tem demonstrado em campo merecer ser acarinhado pelos sportinguistas.

 

Como sportinguista que se preze, hoje o meu ânimo está mais ou menos ao nível dos Himalaias, vindo em velocidade estonteante da Fossa das Marianas onde me encontrava após exibições deploráveis da equipa e para onde espero não voltar até à final do Jamor, que tenho a certeza que venceremos por um concludente 5-3. Nas penalidades, obviamente.

 

Em post anterior já falei da arbitragem. Miserável é talvez o melhor adjectivo para a qualificar. Hugo Miguel permitiu que os jogadores adversários praticassem kick-boxing com Bruno Fernandes durante quase todo o jogo e no final fez-me lembrar José Pratas a fugir dos jogadores do Porto, sendo que ontem as camisolas eram vermelhas. Repito, miserável! Condescendeu no anti-jogo do Benfica (por muito que o seu treinador queira desculpar-se - as derrotas são fodidas, não são, Lage? - foi isso que aconteceu até ao golo do Sporting), permitiu que o jogo quase descambasse para uma batalha campal, não actuou disciplinarmente quando devia, interrompeu o jogo para assinalar faltas, sem a respectiva sanção disciplinar, uma tragédia completa. E como disse, neste campo da permissão de dureza excessiva, esteve mal para ambos os lados.

 

Depois deste "parlapié" todo, em resumo, houve apenas uma equipa a querer ganhar o jogo e talvez por isso, coisa simples, ganhou!

3 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D