Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Silas é a nossa última oportunidade

Deixemos Silas em paz. Ele está na cadeira mais ingrata do futebol português, que tritura carreiras e mais ninguém quer ocupar. Por mais treino que haja, se um jogador cometer dois erros seguidos e clamorosos que dão golo ao adversário, um jogador a quem se dá oportunidade para recuperar e dar confiança mas retribui com uma atitude displicente, que mais pode um treinador fazer? Se a rapaziada falha passes óbvios, deixa escapar no pé bolas limpas, pisa e tropeça no esférico como um juvenil, que plano pode funcionar?

Neste momento Silas é parte da solução não do problema, mesmo que tente demais tacticamente, mesmo que procure desesperadamente extrair alguma coisa decente de jogadores como Ilori, Dumbia, Jesé, que seria decorativos numa equipa da 2a divisão. Deixemos Silas em paz até ao final da época porque melhor será agora impossível. Um corrupio de treinadores evidencia que o problema está no clube não no treinador.

Quem deveria mesmo ser corrido por manifesta incompetência e dano é Hugo Viana e antes da nova abertura de mercado para não lesar mais o Sporting. Se Varandas não o fizer ter-se-á que tomá-lo como cúmplice.

2 comentários

  • Caríssimo JPT, o Presidente do Sporting (ou da Coca-Cola) não tem que ser um perito em contratações de jogadores (nem o outro em refrigerantes), mas tem que estar rodeado de pessoas competentes, cujas propostas ele escrutina, avalia e valida. Se é verdade que a responsabilidade final é dele, não menos verdade é que ele tem sido obviamente mal aconselhado por HV, um indivíduo sem qualquer palmarés ou experiência nesta área de negócio a não ser a de ter sido comprado e vendido como jogador, despreparo que lança sobre ele as piores suspeitas sobre os critérios da sua escolha para tais funções.
    Se Varandas não correr com HV rapidamente, depressa se perceberá quão conivente ele é com a manifesta incompetência de que esse funcionário tem dado provas, mostrando ainda o seu grau de irresponsabilidade.
    Isto para que não perpetuemos o ciclo vertiginoso da constante mudança que, sabes bem como antropólogo que és, cria uma dinâmica negativa cada vez lesiva.
    Há aquele dizer conservador que por uma vez faz sentido: "isto já está tão mau e ainda por cima vamos mudar!?"
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D