Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Sete anos, 2557 dias

61mZqzHVeoL._SX425_[1].jpg

 

Faz agora sete anos, era dado o pontapé de saída. Coube-me essa honra a mim, simbolicamente, com um postal de apenas uma linha mas que pretendia ir direito ao essencial: «Só nós sabemos porque não ficamos em casa.»

E não ficámos. Permanecemos por cá, ao longo de todo este tempo. Daí podermos afirmar hoje que este blogue, não por acaso chamado És a Nossa Fé, funciona como um registo diário da história leonina destes 2557 dias. Nenhum tema foi ignorado, nenhuma crítica foi silenciada, não passámos ao lado de nada que fosse relevante na vida do nosso clube. Incluindo a pior época de sempre e o dia mais negro neste Sporting do século XXI.

 

Houve alegrias, claro, também aqui registadas. Escassas no futebol: uma vitória na Taça de Portugal, com Marco Silva, uma Supertaça já com Jorge Jesus ao comando da equipa e a primeira Taça da Liga do historial leonino - ainda com Jesus ao leme. Mas muitas nas modalidades, em que deixamos bem vincado o nosso estatuto de maior potência desportiva portuguesa. Somos tricampeões nacionais de futsal, bicampeões nacionais de andebol, bicampeões nacionais no futebol feminino. Há meses, sagrámo-nos campeões nacionais de hóquei em patins, modalidade em boa hora recuperada pelo clube. Somos igualmente campeões nacionais de voleibol, tricampeões em ténis de mesa, bicampeões em râguebi feminino, tricampeões em judo masculino. Dominamos na natação, no atletismo feminino, no triatlo feminino e no corta-mato masculino. Temos campeões nacionais de marcha, salto com vara, salto em comprimento, boxe, tiro e padel.

Foram sete anos de alegrias também a nível internacional. Pelo reforço dos nossos títulos europeus em várias modalidades. Vimos o Sporting vencer a Taça CERS em hóquei em patins (2015), a Taça Challenge em andebol (2017), a Taça dos Campeões Europeus de atletismo feminino em pista (2016 e 2018), duas Taças dos Campeões Europeus em corta-mato, feminino e masculino (ambas em 2018). Somos campeões europeus em judo e vice-campeões europeus em futsal.

Sem esquecer a magnifica campanha da selecção nacional de futebol em França, onde nos sagrámos pela primeira vez campeões nacionais da modalidade. Com dez jogadores formados no Sporting inseridos neste elenco de luxo: Adrien Silva, Cédric Soares, Cristiano Ronaldo, João Mário, João Moutinho, José Fonte, Nani, Ricardo Quaresma, Rui Patrício, William Carvalho.

 

Revisito os textos desses primeiros dias e encontro já neles, bem expressiva, a matriz mais genuína deste blogue. Com traços dominantes, que incluem o pluralismo, o companheirismo, a camaradagem, o amor incondicional ao clube que nos serve de fio condutor.

Somos pessoas de origens muito diversas, com as mais variadas profissões, com pensamentos diferentes em questões políticas, religiosas, sociais. Mas aqui estamos irmanados na devoção aos valores do nosso clube e na procura incessante da glória que vai sendo transmitida de geração em geração. Tendo sempre presente que o desporto é antónimo de guerra e que o adversário está muito longe de ser inimigo. Nunca esquecendo que a vitória só é justa quando acontece sem batota.

 

Continuaremos. Quatro presidentes depois (Godinho Lopes, Bruno de Carvalho, Torres Pereira e Sousa Cintra), dez treinadores da equipa principal de futebol depois (Domingos Paciência, Sá Pinto, Oceano, Vercauteren, Jesualdo Ferreira, Leonardo Jardim, Marco Silva, Jorge Jesus, José Peseiro e Tiago Fernandes). Agora com Frederico Varandas como nosso presidente, tenha sido esta ou não a opção de voto de cada um na histórica eleição de 8 de Setembro. Agora com Marcel Keizer como líder do futebol leonino.

Apoiamos um e outro. Sem seguidismos, sem espírito acrítico, mas com a noção exacta de que o Sporting precisa de cerrar fileiras para atingir os objectivos que temos em vista. E convictos de que não há vitórias nos estádios, nas pistas ou nos pavilhões sem o incentivo dos adeptos nas bancadas.

 

Não exigimos títulos: exigimos esforço e dedicação.

Estamos aqui para retribuir sempre que for preciso a quem merecer o nosso aplauso. Outro ano, mais sete anos, os 2557 dias que vão seguir-se.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 01.01.2019

    Basta a tua escrita tão original, inconfundível e sempre genuína, Edmundo. Além do amor ao Sporting.
    Como é exemplo este texto que aqui recordo e que merece figurar numa futura antologia deste blogue, caso venha a concretizar-se, como espero:
    https://sporting.blogs.sapo.pt/eu-ate-pensava-que-fosse-do-vinho-4529572

    Votos de um ano feliz e com saúde para ti e todos os teus.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D