Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Se o Pedro me permite...

... recordo.

Os melhores golos do Sporting (63)

(Pedro Correia)

 

 

Golo de TELLO

FC Porto - Sporting, 0-1

17 de Março de 2007, Estádio do Dragão

 

Foi a anterior vitória do Sporting antes da que registámos sábado passado no reduto portista. Já vão decorridos nove anos, na 22ª jornada do campeonato 2006/07. Um golo monumental, obtido de livre directo bem longe da grande área da equipa de azul e branco. Autor: o internacional chileno Rodrigo Tello, que jogava na posição de lateral-esquerdo, com o nº 11 na camisola, e custara 7,5 milhões de euros aos cofres de Alvalade, onde jogou sete épocas e venceu um campeonato, duas Taças de Portugal e uma Supertaça.

Iam decorridos 71 minutos e o resultado teimava em permanecer como estava quando soou o apito inicial. O árbitro, Pedro Henriques, não teve dúvida em assinalar falta a mais de 20 metros da baliza. Encarregado de cobrá-lo, Tello cumpriu a missão de forma exemplar. Do pé esquerdo dele saiu não um remate mas um autêntico míssil incapaz de ser travado pelo guardião Helton.

Foi uma partida muito disputada e muito suada, que devia ter terminado com mais golos. Só da nossa parte, Tello já tinha tentado abrir o marcador com um excelente remate aos 44'. O mesmo sucedera com Alecsandro e Romagnoli nesse desafio em que Nani brilhou. O nosso guarda-redes, Ricardo, também fez uma boa exibição, tal como o central Polga. Do meio-campo para a frente terminámos o jogo com seis jogadores formados em Alcochete: Miguel Veloso, João Moutinho, Custódio, Pereirinha, Nani e Djaló.

Hoje com 36 anos, Tello integra a equipa do Audax Italiano, que disputa o campeonato do seu país. Lembra-se certamente muito bem daquele grande golo que marcou ao FC Porto, que comandava a Liga com nove pontos de diferença em relação a nós. Os portistas viriam a sagrar-se campeões, mas só com mais um ponto do que o Sporting, nessa segunda época com Paulo Bento ao comando da equipa. Terminámos com 68 pontos, só menos um que eles, e garantindo a qualificação directa para a Liga dos Campeões.

São tempos que já nos fazem sentir saudades. Mas há que reconhecer: o rugido do Leão não se desvaneceu - fiel à tradição de sempre.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D