Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de ontem

Não gostei

 

Da derrota. Perdemos o primeiro jogo da Liga 2015/16. Na Choupana, frente ao União da Madeira. Após sete vitórias consecutivas.

 

Do descalabro da nossa defesa no lance do golo sofrido. Começou com Bryan Ruiz a entregar a bola a um adversário. Jefferson ficou nas covas, desguarnecendo a ala. Naldo viu-se incapaz de acompanhar a rápida incursão de Paulinho. E Danilo Dias, solto de marcação de frente para a baliza, rematou como quis.

 

Do nosso índice de aproveitamento. Perdulários como há muito não se via, protagonizámos hoje na Madeira um festival de golos falhados. Slimani, Montero, Bryan - todos revelaram uma impressionante falta de pontaria em 24 remates à baliza. Nem no poste acertaram. Enquanto a equipa adversária marcou na única oportunidade de que dispôs.

 

Do excesso de lentidão na primeira meia hora. Apesar de Jorge Jesus ter feito quatro alterações no onze titular, a equipa pareceu ter acusado o enorme desgaste físico e psicológico da eliminatória da Taça perdida em Braga após mais de duas horas de jogo.

 

Da nossa falta de aproveitamento nos lances de bola parada. Dispusemos de 13 cantos mas nem assim conseguimos marcar.

 

Da ausência de William Carvalho. Não adianta iludir a questão: ele fez falta.

 

 

Gostei

 

Da pressão leonina em momentos largos do jogo. Ninguém pode acusar os nossos jogadores de não terem tentado marcar. No último quarto de hora da primeira parte, por exemplo. Atacámos o tempo todo, pelo centro do terreno e pelas alas.

 

De Adrien. Foi talvez o mais inconformado dos nossos jogadores. Lutou, correu, criou espaços, passou a bola, rematou - do primeiro ao último minuto. Elejo-o como o melhor em campo vestido de verde e branco.

 

De Gelson Martins. Voltou a ser titular. E voltou a ter uma exibição positiva. Vê-se que trabalha nas sessões de treino e vai demonstrando essa evolução em campo. Cruzou várias vezes com perigo para a grande área e teve ele próprio oportunidade de marcar aos 42' e 73'.

 

De Tanaka. Jogou apenas o quarto de hora final mas merece nota positiva. Bons cruzamentos para Slimani (81' e 90'+1'). Esteve quase a marcar de cabeça aos 90', parecendo ter sido carregado em falta dentro da grande área.

 

Do guarda-redes do União, André Moreira. Jesus tem razão: ele "tirou-nos três golos feitos". Foi o melhor em campo.

 

Da visibilidade na Choupana. Desta vez não houve nevoeiro.

44 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D