Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Da goleada.  Foi a segunda consecutiva: nove golos marcados em dois jogos. Sinal evidente de que a nossa linha ofensiva está de boa saúde.

 

Desta nossa estreia na Taça de Portugal. Honrámos os nossos pergaminhos na competição, que vencemos na época passada, com um jogo em que dominámos do princípio ao fim e demonstrámos boa organização colectiva.

 

Da boa réplica do Vilafranquense.  Esta simpática equipa que participa no campeonato distrital revelou boa condição física e não se atemorizou perante o Sporting: até podia ter marcado por duas vezes.

 

Das mexidas operadas por Jesus na nossa equipa. Houve uma estreia absoluta no Sporting: a de Bruno Paulista. E três regressos que constituíram estreias nesta temporada: os de Marcelo Boeck (habitual suplente do lesionado Rui Patrício), Ewerton (que vem de uma longa paragem por lesão) e Tanaka.

 

De Matheus Pereira. Neste seu segundo jogo na equipa A, o jovem extremo confirmou todas as expectativas que os adeptos depositam nele. Dinamizou o corredor direito logo nos minutos iniciais e apontou dois golos quase seguidos, aos 12' e aos 16', estreando-se a marcar no escalão principal. Exemplar nas movimentações da linha para o espaço central. Só jogou 60 minutos mas bastou para ser o melhor em campo. Aproveitou muito bem esta oportunidade.

 

De Bruno Paulista. Estreia em bom nível, complementando a acção de William no meio-campo e ligando este sector à linha avançada. Mostrou dinamismo, disciplina táctica e um bom pé esquerdo. Marcou o nosso terceiro golo, de cabeça, elevando-se muito bem na sequência de um canto.

 

De Marcelo Boeck. Jogou pela primeira vez nesta época, mostrando-se em forma. Sobretudo a sair dos postes, sem hesitar nem complicar. Boas defesas aos 25' e 65'. Salvou um golo aos 87'.

 

De Aquilani. Movimentou-se em várias posições no campo, que foram evoluindo conforme as substituições, mas dando sempre boa resposta técnica e táctica. Começou no apoio ao ponta-de-lança (Montero) e terminou como médio defensivo. Esteve quase a marcar de cabeça aos 29'. Apontou muito bem o canto que aos 40' originou o golo de Bruno Paulista.

 

De Gelson Martins. Entrou aos 60' para render Matheus. E cumpriu, imprimindo ainda mais velocidade à nossa manobra ofensiva. Grande remate aos 62', para defesa muito apertada do guarda-redes vilafranquense. A prenunciar o golo que ocorreria cinco minutos mais tarde após dominar muito bem a bola em zona frontal, culminando um bom lance de futebol corrido.

 

De ver William Carvalho com a braçadeira de capitão. Ele merece.

 

Da nossa atitude competitiva. Nunca demonstrámos arrogância, nunca facilitámos, nunca subestimámos o adversário. Com um profissionalismo que merece ser assinalado.

 

Que o nosso treinador - já a pensar no dérbi - tivesse poupado habituais titulares, como Adrien, Jefferson, João Mário, Naldo, Slimani e Teo Gutiérrez. Foi uma boa oportunidade para rodar outros jogadores, que se mostraram à altura do desafio.

 

Que tivéssemos jogado com o equipamento Stromp. É o mais antigo e confesso que é aquele de que mais gosto.

 

Que não tivéssemos sofrido qualquer golo. Têm sido raros os jogos em que mantemos as nossas redes invictas. Este foi um deles.

 

 

Não gostei

 

Que o jogo não pudesse ter ocorrido em Vila Franca de Xira. O palco escolhido nesta eliminatória da Taça acabou por ser o estádio da Amoreira, no Estoril, por falta de lugares em número suficiente no campo do Vilafranquense.

 

Que Rui Patrício tenha estado ausente por lesão. Apesar de Marcelo Boeck ter dado boa conta do recado.

 

Da saída de Bruno Paulista por lesão. Nesta estreia, em que teve boa nota, o jovem reforço brasileiro, viu-se forçado a sair aos 71'. Mas recebeu o carinho dos adeptos leoninos, que não lhe negaram aplausos.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 18.10.2015

    Estes jogos tornam-se importantes sobretudo para avaliarmos o desempenho de jogadores que não são titulares. Alguns continuam a surpreender-nos pela positiva (já tinha acontecido assim na época passada). Impressionaram-me muito o Matheus (que já conhecia da equipa B) e o Bruno Paulista (que só agora vi). O Gelson vai conquistando rapidamente estatuto de imprescindível na equipa A e o Aquilani exibiu enfim a sua classe em três posições diferentes. Também gostei de perceber que o Marcelo, mesmo passando tanto tempo sempre sem jogar, continua a evidenciar óptimos reflexos. Precisamos de um guarda-redes suplente assim.

    De acordo consigo nas apreciações sobre o Montero (que chegou a irritar-me com tanta falta de pontaria) e o João Pereira. Já fiz aqui, aliás, várias críticas ao JP. Continuo a preferir o Esgaio naquela posição. Mas, sem dúvida, o Jonathan Silva mantém desempenhos de categoria cada vez que é chamado (ontem, mais uma assistência para golo).
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D