Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Do regresso do campeonato. Estávamos com saudades.

 

De começar a ganhar. Já estamos a  fazer melhor do que há um ano, quando nos estreámos a empatar em Coimbra.

 

Da repetição do onze do Sporting frente ao SLB na Supertaça. Em equipa que ganha não se mexe.

 

Da estreia do Tondela no primeiro escalão do futebol português. Um colectivo esforçado e bem organizado, em representação da Beira Interior. E ainda por cima equipa de verde.

 

Do golo de João Mário, logo ao minuto 15. O primeiro deste campeonato.

 

Da capacidade física da nossa equipa. Fruto de muito trabalho com Jorge Jesus.

 

De Carrillo. Jogou muito e fez jogar. Dominou o corredor ofensivo central. Fez excelentes passes aos colegas nos últimos 30 metros. Foi ele quem começou a desenhar o nosso golo inaugural. O melhor em campo.

 

De Adrien. Decidiu o jogo, no último minuto, marcando uma grande penalidade. Confirma-se: o nosso capitão nunca vacila nos momentos cruciais.

 

De Jefferson. Incansável no corredor esquerdo. É o melhor autor de cruzamentos no futebol português.

 

De Bryan Ruiz. Pela visão de jogo e pela qualidade de passe. O capitão da selecção da Costa Rica é desde já titular indiscutível deste Sporting 2015/16.

 

De ver novamente João Pereira no futebol português. É muito bem-vindo neste regresso à nossa equipa.

 

Da claque leonina no estádio de Aveiro. Até parecia que jogávamos em casa.

 

 

Não gostei

 

Que o Tondela ainda não pudesse jogar no seu estádio nesta estreia na Liga. Esperemos que as obras não durem muito.

 

Do resultado ao intervalo (0-1). Pecou por escasso apesar do indiscutível domínio leonino.

 

Que o Sporting baixasse o ritmo do jogo na segunda parte. Os jogadores já estariam a pensar no próximo desafio com o CSKA?

 

De ver tanto canto desaproveitado. Foram onze a nosso favor. Não serviram de nada.

 

Que tivéssemos desperdiçado várias oportunidades de golo. Em alta competição isto paga-se caro.

 

Que o jogador Luís Alberto tivesse ajeitado a bola com o braço antes de marcar. O golo do Tondela devia ter sido anulado.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 15.08.2015

    Grave - muito grave mesmo - foi o facto de o senhor Xistra ter inventado o golo do Tondela.
    O golo nasce de um livre que devia ter sido marcado a favor do Sporting, pois Naldo sofre falta do adversário, que o agarra depois de ele ter ganho posição. Além disso, o jogador Luís Alberto está nitidamente fora de jogo e joga a bola com o braço.
    Dois jogos, duas falhas graves contra nós. Um golo limpo anulado a Teo na Supertaça e um golo ilegal contra o Sporting que acaba por ser validado.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D