Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Da vitória em Alvalade frente ao Nacional. Foi o quinto triunfo consecutivo no nosso estádio. Há 20 jogos que não perdemos em casa.

 

Da segunda parte. Assim que o treinador mexeu na equipa, ao intervalo, o Sporting ganhou dinâmica, intensidade e circulação de bola. Com resultados visíveis: os dois golos ocorreram neste período. Por outras palavras: jogámos melhor com Adrien, Carrillo e João Mário do que com Capel, Rosell e Tanaka.

 

De Montero. Segundo jogo consecutivo como titular, quatro golos apontados. Voltou a fazer a diferença, creditando-se novamente como o melhor em campo. Soltou-se muito mais e mostrou-se ao melhor nível no sistema táctico da segunda parte, sobretudo aos 71', quando Marco Silva recuperou o 4-3-3 clássico da equipa. Mas já aos 20' tinha dado o primeiro sinal, rematando de cabeça na sequência de um canto com a bola quase a rasar o poste.

 

De Carrillo. Jogou toda a segunda parte e ajudou a fazer a diferença. Imprimindo velocidade, intensidade e qualidade ao nosso corredor direito. Foi dele a assistência (mais uma!) para o primeiro golo, aos 57', com Montero a corresponder da melhor maneira. Manteve sempre em sentido a defesa do Nacional.

 

De Cédric. Incansável a percorrer a sua ala - e sem oscilações, mantendo o bom nível exibicional do princípio ao fim. Falta-lhe melhorar no capítulo dos cruzamentos, o que se consegue com sessões específicas de treino. Percebe-se que luta com Miguel Lopes pela titularidade da lateral direita. E luta com as armas apropriadas a um Leão: mostra-se enérgico e audaz, contribuindo para o jogo colectivo. De cabeça bem levantada.

 

De Ewerton. Agarrou a titularidade. E continua a dar boas provas, de jogo para jogo. Atento, enquadrado, muito concentrado. Desarma os adversários com uma eficácia impressionante. Além disso é raro a bola não sair bem colocada dos pés dele, constituindo assim um pilar da defesa - e do início do processo ofensivo. Confirma-se: foi uma excelente contratação de Inverno.

 

De Carlos Mané. Algo intermitente, como já nos habituou. Mas estava lá no momento certo. Deu um suplemento de qualidade à equipa. Aos 77' fez levantar as bancadas em Alvalade com uma excelente jogada individual em que percorreu metade do terreno com a bola controlada. E foi dele o potente remate, no último minuto, que esteve na origem da recarga de Montero da qual nasceu o nosso segundo golo. No final da primeira parte foi carregado em falta, quase em cima da linha da grande área - falta clara, a que o árbitro Cosme Machado fez vista grossa.

 

Do entusiasmo no estádio. Quase 32 mil espectadores compareceram hoje em Alvalade. Confirmando a certas aves agoirentas que os adeptos continuam sem reservas ao lado da equipa.

 

Do terceiro lugar confirmado no campeonato. A matemática não engana: já ninguém nos tira o acesso às pré-eliminatórias da Liga dos Campeões.

 

 

Não gostei

 

Da nossa primeira parte. Marco Silva voltou a apostar no 4-4-2, com Montero e Tanaka na frente e um meio-campo constituído por Rosell, André Martins, Carlos Mané e Capel. A aposta desta vez não resultou. A bola era transportada com extrema lentidão e de forma deficiente, faltando um jogador que soubesse ligar bem os sectores.

 

De Capel. Segundo jogo a titular nesta temporada - e novamente uma profunda decepção. Falhou passes, não acrescentou profundidade ao nosso jogo, passou ao lado de uma grande oportunidade - talvez a última no Sporting. Foi bem substituído ao intervalo por Carrillo, enquanto Rosell dava lugar a Adrien. Em ambos os casos com notória vantagem para a equipa.

 

Que o "professor" Manuel Machado tenha deixado hoje o Ai Pode no bolso, não recorrendo a ele para justificar a derrota. Perdeu-se um novo momento de stand-up comedy na televisão.

8 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D