Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

De ganhar. Sexta vitória consecutiva do Sporting na Liga - após triunfos sobre Nacional (1-0), Estoril (3-0), Braga (1-0), Rio Ave (4-2) e Académica (1-0). Um bom augúrio antes do próximo confronto com o Benfica em Alvalade.

 

Da consistência da nossa equipa. Num campo impróprio para a prática de futebol de qualidade, o Sporting funcionou sempre como colectivo, mostrando domínio de bola, boa organização no terreno e grande força anímica.

 

Da recuperação. Aos 24' perdíamos em casa do Arouca. Mas a reviravolta não tardou. É difícil virar resultados naquele estádio, mas o espírito leonino prevaleceu.

 

De Montero. Voltou a marcar frente ao Arouca. E, com esse golo, abriu caminho à nossa vitória. Teve ocasião de confirmar os seus dotes técnicos em vários outros lances. Atravessa um momento bem melhor do que há um ano, quando iniciara já uma longa seca de golos.

 

De Carlos Mané. Regressou à titularidade, devido à ausência de Nani, e justificou a confiança que Marco Silva nele depositou. Logo aos 9' fez um magnífico passe quase acrobático, de calcanhar, para Montero dentro da grande área do Arouca. Destacou-se a baralhar as marcações da defesa adversária. Partiram dos pés dele as assistências para os nossos dois primeiros golos - aos 30' (Montero) e aos 63' (Carrillo). Merece ser distinguido como melhor em campo.

 

Da estreia de Tobias Figueiredo a marcar. Bom golo de cabeça do nosso jovem central, que saltou muito bem ao primeiro poste na sequência de um canto marcado por Carrillo. Estavam decorridos 77'. Com este golo, o nosso terceiro, o Sporting ampliava a vantagem e decidia o jogo.

 

Do nosso meio-campo. Exibições muito sólidas, revelando grande capacidade física e mental do triângulo formado por William Carvalho, Adrien e João Mário. Houve um lance emblemático, aos 75', quando William e Adrien organizaram um ataque à saída da nossa grande área conduzindo a bola com tabelinhas rápidas e bem demonstrativas da qualidade de passe de ambos. Um lance que apetece rever.

 

De vencer com uma equipa sub-23. Raras vezes o Sporting terá jogado com um onze titular tão jovem. Montero (27 anos), Rui Patrício (26) e Adrien (25) formavam o trio de "veteranos" deste conjunto que bateu o Arouca.

 

De vencer com oito portugueses. O Sporting alinhou de início com Rui Patrício, Cédric, Paulo Oliveira, Tobias, William Carvalho, Adrien, João Mário e Carlos Mané - sete deles formados na nossa academia. E aos 81' ainda entrou outro, André Martins, substituindo Adrien.

 

De vencer mesmo sem três jogadores-chave. Nani e Jefferson (por castigo) e Slimani (ausente em representação da selecção da Argélia) não jogaram em Arouca. Mas a equipa não se ressentiu destas ausências.

 

De mais três pontos conquistados fora de casa. E já totalizamos 42 neste campeonato.

 

 

Não gostei

 

Do péssimo estado do terreno. Não é possível praticar futebol de qualidade num lamaçal como o de Arouca.

 

Do penálti que esteve na origem do golo dos anfitriões. A bola, rematada a muito curta distância, foi claramente à mão de Tobias Figueiredo - e não o contrário. Confirma-se: abriu a época da caça aos penáltis com bolas disparadas às mãos dos jogadores dentro da grande área. Um absurdo, tolerado e avalizado por árbitros menos competentes.

 

De ver Iuri Medeiros a jogar contra nós. Bem sei que o Sporting o emprestou ao Arouca, para rodar e ganhar experiência, até ao fim da temporada. Mas mesmo assim faz-me alguma impressão vê-lo com outra camisola.

28 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D