Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Da goleada em Santa Maria da Feira. A disparidade de forças em confronto era notória, pois o Espinho ocupa o último lugar no campeonato nacional de seniores. Mas vencer por 5-0 sabe sempre bem. Seguimos em frente na Taça de Portugal.

 

De Montero. O jejum de golos está definitivamente ultrapassado. O colombiano marcou dois (o terceiro e o quinto do Sporting) e foi o melhor em campo, dando um toque suplementar de eficácia e classe ao ataque leonino. O primeiro que marcou, aos 67', teve execução técnica perfeita: fintou um defesa, fintou outro e fuzilou a baliza do Espinho já com reduzido ângulo de remate. À matador.

 

Do reaparecimento de André Martins. Foi o primeiro a levar perigo à baliza do Espinho e também o nosso jogador mais acutilante durante a primeira parte. Iniciou a jogada que deu origem ao golo inaugural do Sporting, aos 31', com uma boa abertura para Capel que centrou para o remate vitorioso de João Mário. Continua a ser um exímio marcador de livres.

 

Do regresso de Capel aos golos. O andaluz marcou de cabeça, aos 61', num voo rasante frente à baliza do Espinho, correspondendo da melhor maneira a um grande passe de Carlos Mané.

 

Da estreia de Tanaka a marcar em jogos oficiais. O japonês teve enfim a sua oportunidade, que não desperdiçou: entrou aos 65', substituindo João Mário, e 12 minutos depois marcou o quarto golo do Sporting. De grande penalidade, muito bem executada.

 

Da estreia de Daniel Podence. O melhor jogador do Sporting B entrou em campo aos 73', para o lugar de Capel, e correspondeu às expectativas, mostrando-se veloz e com bom toque de bola. Tendo apenas 19 anos, promete regressar em breve à equipa principal. É uma boa aposta de Marco Silva noutro talento oriundo da nossa academia.

 

Das apostas em Marcelo Boeck e Miguel Lopes. Duas estreias nesta temporada oficial como jogadores titulares. Ambos cumpriram.

 

Do inconformismo. Mesmo estando já a ganhar folgadamente, a nossa equipa não baixou os braços, procurando novos golos. Precisamente a atitude que os adeptos esperam dela.

 

De ver o Sporting jogar com o equipamento Stromp. O mais tradicional, o mais clássico, o mais original, o mais elegante.

 

Da equipa do Espinho. Bateu-se com profissionalismo, em jogo digno da Taça de Portugal. Caiu de pé frente ao Sporting nesta quarta ronda após ter eliminado Camacha, Sanjoanense e Serzedelo.

 

 

Não gostei

 

Do resultado ao intervalo. Ganhávamos apenas por 1-0. Sabia a pouco.

 

De alguma apatia na primeira parte. O primeiro remate com perigo à baliza ocorreu apenas aos 21': André Martins desperdiçou uma excelente oportunidade, a passe de Carlos Mané.

 

De Jonathan. Há três dias alinhou pela selecção da Argentina, vice-campeã mundial. Apesar disso, hoje esteve muito nervoso neste jogo frente ao Espinho. Falhou muitos passes, perdeu vários confrontos individuais, serviu mal Capel no corredor esquerdo. Será apenas cansaço?

 

11 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D