Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

De mais uma vitória. Contra o Braga, que há um ano tinha mais 16 pontos do que o Sporting no campeonato. Agora está 20 pontos atrás de nós. Uma grande lição ao presidente bracarense. Na época 2012/13, quando visitou Alvalade, António Salvador afirmou: "O historial do Sporting é muito maior mas, neste momento, pelo que tem feito, nos últimos anos, o Sp. Braga, desportivamente, é a terceira potência." Afirmações ainda mais ridículas agora que as recordamos a esta distância. Um ano depois, Salvador já meteu a viola no saco.

 

De Slimani. O argelino desta vez nem precisou da companhia de Montero para mostrar serviço. Marcou pela primeira vez como titular, após centro de Cédric, fazendo levantar as bancadas de Alvalade com o golo da vitória, aos 74'. Voltou a ser decisivo. E teve oportunidade para marcar mais: esteve sempre em movimento, pressionando a defesa adversária. Ninguém duvida: conquistou a titularidade neste jogo.

 

De Jefferson. Enfim, o nosso lateral esquerdo marcou. De penálti, muito bem executado, aos 70'. Já merecia há muito. Ele tem sido um dos grandes baluartes deste excelente Sporting do campeonato 2013/14.

 

De Carlos Mané. Alvo de uma manchete inqualificável, a 48 horas deste jogo, o jovem leão entrou como titular e honrou a confiança que nele depositou o treinador. Com grande combatividade e técnica muito acima da média, como ficou bem patente numa arrancada em que deixou para trás dois adversários, já no tempo suplementar da primeira parte. Foi prejudicado pelo árbitro aos 21': Soares Dias assinalou-lhe uma falta que nunca existiu. Corria para a baliza, uma vez mais, quando Sasso o rasteirou dando origem à grande penalidade de que resultou o primeiro golo do Sporting.

 

De Rojo. Regressou ao eixo central da defesa, onde é titular indiscutível, após ter cumprido um jogo de castigo por acumulação de amarelos. Votou a ser uma barreira contra as ofensivas adversárias, batendo-se como um Leão.

 

Da reviravolta no resultado. Uma vez mais, começámos a perder e soubemos dar a volta ao jogo. Uma prova evidente da força anímica desta equipa muito bem comandada por Leonardo Jardim.

 

Da classificação. Continuamos isolados na segunda posição. Ainda com muito campeonato para jogar, já temos mais oito pontos do que os obtidos ao longo de toda a época passada.

 

Da nossa veia goleadora. Continuamos com o melhor ataque da Liga: 40 golos já marcados. 

 

Do calor humano nas bancadas. Mais de 30 mil espectadores em Alvalade. Apesar da noite, apesar do frio, apesar da chuva. Só nós sabemos porque não ficamos em casa.

 

 

Não gostei

 

De ter visto Rui Patrício mal batido no golo do Braga. Mas o nosso guarda-redes redimiu-se com uma grande defesa aos 86'.

 

De André Martins. O treinador mandou-o jogar nas costas de Slimani, mas esta opção táctica não resultou. O Sporting beneficiou com a saída de André Martins, substituído aos 57' por Heldon, passando Carlos Mané a jogar no apoio directo ao argelino. Os nossos golos chegaram pouco depois.

 

Da ausência de Adrien. Magrão - surpreendente aposta de Leonardo Jardim para titular - não comprometeu, como chegou a recear-se, mas ninguém consegue transportar a bola para o ataque com a eficácia de Adrien, hoje ausente por acumulação de amarelos.

 

Da prosápia do novo treinador bracarense. "Tenho quase a certeza de que vamos ganhar", declarou Jorge Paixão, nada imodesto, na véspera deste jogo. Tal como já sucedeu a António Salvador, também ele teve de enfiar a viola no saco.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D