Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Rescaldo do jogo de hoje

 

Gostei

 

De ver as bancadas cheias de gente no Sporting-Académica. Fomos mais de 36 mil espectadores hoje em Alvalade. E sempre a puxar pela equipa.

 

De Adrien. É sempre um prazer vê-lo jogar, mesmo quando não faz uma exibição perfeita. Voltou a ser assim hoje em Alvalade, criando desmarcações contínuas e inventando linhas de passe que mais ninguém consegue. Só é pena muitos dos seus lances não terem a melhor sequência.

 

De Cédric. Grande exibição do nosso lateral direito, incansável no apoio do ataque: os centros mais perigosos partiram dos pés dele. Está em excelente forma física.

 

Da entrada de Slimani. Substituiu André Martins aos 58' e começou a fazer a diferença logo nesse minuto, com um remate a ameaçar golo, a passe de Montero, salvo in extremis por um defesa da Académica. Foi a melhor oportunidade do Sporting.

 

De Jefferson. O nosso lateral esquerdo anda há muito tempo com vontade de marcar. E hoje esteve quase, logo no início do jogo, a passe de Carlos Mané: a bola foi à barra. Saiu lesionado, aos 63', após carga duríssima de um jogador coimbrão que nem sequer foi sancionado com cartão amarelo. Todos esperamos que recupere a tempo do clássico a disputar na Luz.

 

De Eric Dier. Substituiu Jefferson. E esteve em evidência não apenas nas acções defensivas, onde voltou a evidenciar segurança, mas sobretudo na construção de lances ofensivos, com passes bem medidos. Sempre muito concentrado, foi um dos sportinguistas mais inconformados com o empate.

 

De saber que continuamos com o melhor ataque e a melhor defesa do campeonato. Temos mais três golos marcados do que o SLB e o FCP. E menos dois golos do que o Porto e menos três do que o Benfica.

 

Do protesto contra as péssimas arbitragens. Durante três minutos, virámos costas ao relvado. Pela verdade desportiva nos estádios portugueses.

 

 

Não gostei

 

Que tivéssemos perdido uma excelente hipótese de ascender à liderança. Ganhámos um ponto ao Porto nesta jornada e mantemos o segundo lugar no campeonato mas podíamos (e devíamos) ter feito mais.

 

Da primeira parte. Jogada com excesso de calculismo da nossa parte, com pouca velocidade e manifesta falta de ligação eficaz entre as linhas. Não havia motivo para recear tanto a Académica, que ainda só conseguiu marcar três golos fora de casa neste campeonato.

 

Da oportunidade desperdiçada por Carlos Mané. O jovem extremo mereceu a confiança de Leonardo Jardim, que lhe ofereceu a titularidade neste encontro. Prometeu bastante nos minutos iniciais, mas foi-se apagando durante o encontro. Saiu muitas vezes da posição, desconcentrou-se. Devia ter sido substituído na segunda parte.

 

Que Montero continue sem marcar. E vão quase dois meses sem fazer o gosto ao pé. O colombiano bem tentou, culminando boas jogadas colectivas aos 28' e aos 52', mas sem conseguir.

 

Do cartão amarelo a William Carvalho. Não havia a menor necessidade, num lance disputado a meio do terreno já em tempo extra da segunda parte, sem qualquer contacto violento entre os jogadores: houve claro excesso de rigor do árbitro Paulo Baptista. Assim não poderemos contar com William daqui a uma semana, no jogo contra o Benfica. Mas tenho a certeza que Dier dará boa conta do recado.

 

Do antijogo da Académica. Cantos que demoravam uma eternidade a ser marcados, reposições de bola pela linha lateral em câmara lenta, substituições feitas a passo de caracol: valeu quase tudo para deixar correr os ponteiros do relógio.

 

Que a tradição se mantivesse. Nos últimos quatro anos só vencemos uma vez a Académica em Alvalade (2-0, em 2010/11).

 

Foto minha, esta tarde, durante o jogo

28 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D