Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Raphinha

Vá lá, resolvam lá isso e mais, façam um breve comunicado a descansar os sócios. 

A malta, inquieta (eu incluido), agradece.

(e não venham já os comentários com o "destituído", que as transferências normalmente pagam-se em tranches, está bem?)

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 07.03.2019

    Haveremos, por gerações, de andar a guerrear uns contra os outros, tratando da nossa própria extinção.
    E dificilmente isto um dia mudará.
    Infelizmente.

    SL
  • Imagem de perfil

    CAL 07.03.2019



    (uma parte de mim, até acha que o Edmundo tem razão, mas ignore este parênteses, sff!)

    Edmundo!? Edmundo!? Mas o que é isto!? Isto é comentário que se apresente!? Não já providenciei condições propícias a que pusesse o Sporting em perspectiva!? Hum!? ( ) Está à espera de quê, para dar-lhe uso!? Hum!? Mau, mau!
  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 07.03.2019

    AHAHAHAHAH

    "Toda a parte" de mim gostaria imenso que isto fosse um comentário parvo, acredite, CAL.
    (proporcionou sim, então não proporcionou? amanhã vamos ver o resultado prático)

    (havia alguma necessidade disto, a sério?)

    Sódações Leoninas, aí para a serra.
  • Imagem de perfil

    CAL 07.03.2019

    Oh Edmundo, mas um litro de medronho e meio litro de melosa, não chegam para aliviar-lhe as dores, já, e partilhar com os colegas, amanhã!? Está 'a sofrer' para quê!? Hum!? (à margem do óbvio: há, claramente, na população sportinguista, um polozinho masoquista exacerbado, isso, é nítido )

    O Sporting... Olhe, errr... tenho vontade de pendurá-lo (ao Sporting) num estendal da roupa. Pelos pés. O que inclui, obviamente, os três milhões de alminhas que lhe dão voz. A seguir a isso, e já depois de requisitar civilmente todas as piscinas olímpicas do mundo (se não mesmo da galáxia), era esvaziá-las do seu conteúdo natural, e de seguida, enchê-las de leite condensado, leite com chocolate, misturar pepitas de chocolate, gomas, marshmallows, pintarolas, M&M, polvilhar com açúcar mascavado e distribuir os malfadados 3milhões de alminhas, pelas referidas piscinas.
    Após deixá-los a marinar durante período nunca inferior a 113 meses , arriscava pescar alguns. Avaliava-os e determinava se voltavam para a piscina ou se passavam à fase seguinte do tratamento: untá-los com mel, rebolá-los em tabuleiro repleto de açúcar branco e canela, e dispo-los ao sol. Alinhadinhos, que nem bacalhaus. 113 meses depois, voltaria a avaliá-los. A partir daqui, vejo dois caminhos, ou regressam à piscina inicial ou volta a frequentar o Alvalade XXI, João Rocha, espaços verde e brancos virtuais, televisivos, radiofónicos, enfim, a galáxia em geral.

    E então, conto consigo para assinar o pedido de requisição civil das piscinas?
  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 07.03.2019

    Não sei se terei algum poder para isso, mas... não seria mais fácil encher todas com medronho?
    Provavelmente os resultados seriam mais rápidos (ainda que com muito provável retrocesso no dia seguinte e com as naturais enxaqueca e ressaca)

    Quanto ao tempo de exposição, acha suficiente? (bom, sempre poderia dar-se o caso de saírem de lá uns leões pequeninos, fruto de tão leonina "promiscuidade") eheh
  • Imagem de perfil

    CAL 07.03.2019

    Estamos muito azedos!
    Precisamos de ficar mais doces. São litros e litros de fel. Não se aguenta. E, pior, não fica espaço algum para... edificar.

    Humpf...
  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 07.03.2019

    Muito a sério, CAL: O Sporting é o reflexo do país.
    A gente está como está porque insistimos, com uma deriva aqui outra ali, em ser minimamente honestos e isso em Portugal não dá lucro, não dá pão, no nosso caso não dá títulos. e como sabemos, casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão.
    Outros têm-se socorrido de esquemas e vão ganhando e os seus adeptos, alguns, senão grande parte deles, pessoas tão honestas como nós, fecham os olhos e anda tudo na santa paz do senhor.
    Lembra-se do último período de seca do Benfica, as cobras e lagartos que por lá pontificavam? É assim, se a gente ganhasse campeonatos seríamos todos amigos e ninguém se preocupava com o milhão e seiscentos mil do Cintra e com o entulho que o Bruno comprou (todos compram, o orelhas e o papa também, mas como ganham...).
    Como isto tende a tornar-se um círculo vicioso (o Pedro Correia fala nisso a propósito das receitas da CL arrecadadas pelo Porto até agora), dificilmente haverá paz.
    Nunca fui nem serei de unanimismos, serei sempre crítico, que a crítica faz parte e ajuda à evolução se for feita com o intuito de ajudar.
    Apesar da nossa toda boa vontade, temo o pior...

    SL
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D