Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Quo Vadis Sporting?

Como não me canso de repetir, por muito importante que seja o ecletismo no Sporting, o futebol é a mola real do clube e nenhum presidente sobrevive a uma época catastrófica na modalidade. E como o Sporting começou muito mal a temporada, veio agora o seu presidente prestar contas na forma de entrevista sobre o desempenho da sua administração e opções tomadas neste seu primeiro ano de presidência.

De tudo o que disse, se calhar o mais importante foi reconhecer que existe um fosso relativamente aos dois rivais. Parece realmente que o Sporting está condenado ao fosso, temos o fosso do estádio, temos o fosso com os rivais, e não se ouviram fórmulas ou soluções para ultrapassar rapidamente qualquer deles. O que ouvimos é que existe uma estratégia e um esforço no sentido de o reduzir, apostando em competências e valores, no relançamento da formação e no posicionamento no mercado para alcançar mais valias significativas. E que não está a ser fácil reduzir esse fosso, antes ocorre um trabalho de sapa com progressões e recuos, e muitos inimigos interessados em o dificultar.

O apertar do cinto ocorrido neste mercado (com 30 jogadores cortados da folha de salários) é essencial para encontrar uma base sustentável, mas não permite competir com os rivais para os lugares da Champions e pode até colocar dificuldades no confronto com Braga e Guimarães para o acesso directo à Liga Europa.

Concordo com Varandas que (ao contrário do que aconteceu com Peseiro) Keizer terminou no momento certo, depois duma derrota em casa que tornou evidentes as fragilidades da equipa e depois do fecho do mercado que lhe roubou dois titulares dessa mesma equipa. Não tinha condições para continuar. Mas não concordo mesmo nada com ele quando diz que "Este grupo é mais competitivo, tem mais soluções e tem mais qualidade do que o plantel do ano passado.". 

O que me parece é que Leonel Pontes vai herdar um grupo desorientado e desequilibrado,  já bem diferente do ainda há pouco apresentado aos sócios, com jogadores estrangeiros para integrar em plena época, com vários jogadores com antecedentes clínicos que podem dar problemas em qualquer momento, sem o goleador das últimas épocas e que agora poderia voltar a ser o abono de família, com equívocos tácticos de Keizer para reverter, e em que o espírito forte que demonstrou no Jamor se perdeu algures na pré-época como confessou o seu capitão. Um grupo com seis extremos e sem um trinco, um grupo com um único ponta de lança mas com avançados que poucos golos marcam. Só se as soluções forem do tipo jogar com um guarda-redes, quatro defesas e seis extremos. Parece-me é que estamos cada vez mais no modelo de solução única, a solução Bruno Fernandes. 

Importa portanto ultrapassar bem depressa esta fase de emagrecimento e encontrar fórmulas para estreitar significativamente o tal fosso, voltar a investir mas com critério, contratar novos Bas Dosts, Bruno Fernandes, Acuñas, Mathieus ou Coates para juntar aos existentes e misturar com os melhores jovens que temos no plantel e nos sub-23, e voltar a dispor dum treinador competente, carismático e ganhador, à imagem dos grandes Malcolm Allison, Bobby Robson ou Laszlo Boloni.

Preferia que Leonel Pontes ficasse onde está, a fazer um óptimo trabalho nos sub-23, e viesse um treinador português experiente, de transição, tipo Jesualdo Ferreira. Mas se o treinador é Leonel Pontes, o importante é mesmo confiar nele e em Bruno Fernandes para aguentarem o barco no futuro próximo. 

Vamos então apoiá-los a 100%.

SL

7 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D