Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Quente & frio

Gostei muito de ver Gelson Martins, já recuperado, de regresso ao onze titular do Sporting. Não está ainda a cem por cento, mas foi o elemento leonino que mais acelerou o nosso jogo e lhe deu profundidade, actuando desta vez sobretudo no corredor central. Fez a diferença nos confrontos individuais, forçando o FCP a manter em guarda o seu núcleo defensivo em geral e Herrera em particular. Serviu muito bem Ristovski aos 40', na nossa melhor jogada da primeira parte: acabou por ser uma grande oportunidade de golo desperdiçada. Excelente cruzamento aos 87' que Doumbia não conseguiu aproveitar. Foi o nosso melhor em campo: ele não merecia esta derrota por 1-0 no estádio do Dragão - primeira volta da meia-final da Taça de Portugal.

 

Gostei, apesar de tudo, que esta derrota tangencial nos permita adiar para a segunda mão o desfecho da eliminatória. Continua perfeitamente ao nosso alcance a conquista da Taça - segundo troféu da temporada de futebol profissional 2017/18. Só dependemos de nós. Mas em Alvalade o FCP já deverá alinhar com Marcano, Danilo e Aboubakar, ausentes esta noite por lesão.

 

Gostei pouco da exibição de Doumbia, novamente titular por força da ausência de Bas Dost, ainda lesionado: o marfinense, em quem Jesus pouco tem apostado, está sem confiança e ainda se mostra desajustado na equipa, desperdiçando as poucas oportunidades de golo que os colegas lhe vão criando: tarda a ser o finalizador alternativo de que o Sporting necessita. Também Bruno Fernandes - hoje como médio de ligação no corredor central - esteve muito abaixo da prestação a que nos tem habituado, nem sequer fazendo a diferença nas bolas paradas.

 

Não gostei de ver William Carvalho afastado deste clássico, por aparente impedimento físico. Nem da ausência dos "reforços de Inverno" no nosso onze inicial: começa a ser altura de nos questionarmos para que foram contratados. É verdade que dois deles acabaram por saltar do banco: Rúben Ribeiro aos 74' e Montero aos 84'. Mas nenhum fez a diferença - muito longe disso. O ex-Rio Ave teve até uma arrepiante perda de bola à entrada da nossa grande área que quase originou golo do Porto. Também não gostei de ver Acuña expulso por acumulação de amarelos, à beira do fim: quando precisávamos de recuperar tempo, o argentino permaneceu em campo a protestar com o árbitro e os adversários, incapaz de perceber que estava a prejudicar a equipa.

 

Não gostei nada que tivéssemos disputado o terceiro jogo contra o FC Porto desta temporada sem conseguirmos marcar um só golo à equipa treinada por Sérgio Conceição: são 270 minutos em branco. Nem de ver o Sporting sofrer a segunda derrota da época em competições nacionais no curto intervalo de quatro dias. Espero que não seja uma tendência já a desenhar-se - coincidindo com o desnorte dos órgãos sociais leoninos, que anunciaram uma absurda pré-demissão em bloco a meio da época desportiva. Mas a verdade é que esta equipa tem vindo a decrescer de rendimento, a exibir preocupantes desequilíbrios e a acusar desgaste físico e psicológico.

20 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D