Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 01.07.2020

    Teremos dificuldade em passar o Gil Vicente, é bem provável.
    Um factor positivo é jogarmos em casa. Outro (e contra mim falo, pois tenho lugar de época, agora vazio) é não haver público. Isso poupará os miúdos ao habitual coro de apupos e assobios à segunda vez que falharem um passe ou perderem uma bola dividida.

    Enquanto não mudarmos a nossa maneira de "ver um jogo" em Alvalade tornaremos ainda mais difícil a reconquista de um título. Sobretudo tratando-se de jovens jogadores, mais impressionáveis e sujeitos a oscilações de ânimo: costumam ser eles os alvos principais da fúria dos adeptos.

    E quando vêm da nossa Academia o volume dos assobios costuma ser maior.

    Que o diga o Carlos Mané, agora com tão boas prestações no Rio Ave.
    Que o diga o Palhinha, por quem tantos agora clamam: quando jogou na equipa principal, no nosso estádio, foi várias vezes vaiado e até insultado. Pelos mesmos que também não poupavam um Adrien, um William e um Nani.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 01.07.2020

    Tem toda a razão.
    Sempre me custou ouvir assobios à nossa equipa. Que diabo! afinal de contas todos nós temos dias bons e maus na nossa profissão. Assobiar não ajuda em nada (mesmo quando é notória a falta de empenho de alguns jogadores em alguns jogos).
    Espermos ter todos paciência para ver os jogaodores formados na academia evoluir.

    Pedro Batista
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 01.07.2020

    Admito assobios no fim do jogo, claro. Mas nunca a meio. E menos ainda logo aos dez minutos, como aconteceu mais do que uma vez esta época (pré-coronavírus).
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D