Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Primeiras impressões

Começou já a nova época futebolística, a quarta que Rúben Amorim inicia como treinador do Sporting. Daquilo que vou lendo e vendo, parece que fez uma reflexão sobre aquilo que correu mal, especialmente na primeira metade da época passada, e aposta numa ideia diferente de jogo para esta temporada fora da Champions, mais físico, mais intenso, mais vertical. O ataque móvel dos três baixinhos foi colocado na gaveta e por mim é lá mesmo o lugar dele. O Guardiola é na Premier League.

Logo no arranque da época passada falei aqui em plantel curto e desequilibrado com falta de peso e altura no eixo central. Com  as entradas em jogo de Chermiti, Diomande e Tanlongo ainda na época passada e agora com Gyokeres e José Angel, com as saídas de Ugarte, Rochinha e Arthur Gomes, com mais uma outra entrada ou saída, vamos ficar com um plantel bem mais forte fisicamente.

Com Pedro Gonçalves, Trincão, Edwards, Gyokeres, Paulinho e Chermiti, mais Fatawu a "joker", ficamos finalmente com um ataque que dá opções a Amorim para entrar em campo ou mudar o rumo do jogo.

Com Diomande, St.Juste, Coates, Neto, Inácio, Matheus Reis, mais Muniz às sobras, também na defesa a coisa está bem resolvida. E bem resolvida está também em termos de guarda-redes, com Adán, Israel e Callai.

Nas alas, Esgaio, José Angel, Afonso Moreira, Nuno Santos e mais o Matheus Reis quando necessário também cumprem os requisitos.

O problema está apenas por resolver no meio-campo, continuando a faltar o legítimo sucessor de Matheus Nunes, que muito bem poderia ter sido Sotiris mas não conseguiu adaptar-se. Mateus Fernandes e Daniel Bragança continuam a parecer-me cartas fora do baralho neste 3-4-3, Tanlongo e Essugo têm ainda de aprender a passar ao lados dos cartões, fica apenas mais um baixinho, Morita, que não aguenta mais de 60 minutos em bom ritmo. Continuo a não entender porque é que o Diogo Abreu e até o Marco Cruz não têm outras oportunidades, como as tiveram e desaproveitaram Chico Lamba, Nazinho, Mateus Fernandes e Rodrigo Ribeiro na época passada. 

Alguns dizem que Amorim não aposta na formação. Parece-me que aposta até demais. Os formados em Alcochete estão a ter mais oportunidades que os jovens contratados, aos que já referi podia ainda acrescentar Alcantar e Marsà, e a verdade é que apenas Chermiti justificou.

É o tal gap que muitos teimam em não entender, como não entendem que ganhar títulos na formação só por si não é garantia de coisa nenhuma. Muitos campeões nacionais de iniciados, juvenis e juniores dos anos de 2016 a 2018 devem andar agora a "servir cafés" algures. Pelo menos o Rafael Leão finalmente pagou parte do que deve e ficou Daniel Bragança como amostra. Gostei muito de o ouvir na última entrevista, merece todo o apoio que o Sporting lhe deu no momento difícil que atravessou.

SL

43 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D