Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Ponto da situação

Estive com o presidente: os vastos arquivos deste blogue são a prova disso.

Estarei sempre com ele enquanto for parte da solução.

Deixarei de estar no dia em que me convencer que passou a ser parte do problema.

O facto de ele continuar imerso no facebook - até na auto-estrada Porto-Lisboa! - arengando que está farto de dirigir o Sporting ajuda muito pouco. Ou nada.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 08.02.2018

    Concordo também, claro.

    Destaco isto:
    «Este seria sempre o tempo errado, mesmo sem mails, vouchers e operação Lex. Ora, com o Benfica debaixo do foco, o Sporting deveria estar estrategicamente a fazer o seu caminho e, tacticamente, a incomodar os rivais. Como é da vida e dos livros. Não vale a pena culpar o jornalismo. As coisas são o que são.»
    E isto:
    «Bruno de Carvalho joga tudo na Assembleia Geral do dia 17? Joga e não o deveria fazer. Ter poder significa sempre ter vozes discordantes e alta pressão. Isso, mesmo que saia sufragado, não vai mudar e não vale a pena travar todas as guerras ao mesmo tempo.»

    O problema não é "só" faltarem nove dias. É "ainda" faltarem nove dias.
    Até lá, o Sporting mantém-se num limbo à espera da resolução de uma crise que nunca devia ter acontecido e foi provocada por órgãos sociais mais do que legitimados numa votação esmagadora ocorrida há 11 meses.
  • Sem imagem de perfil

    Leão da Estrela 08.02.2018

    Caro Pedro, a única crise que tinhamos e na minha opinião a mais grave é o desequilíbrio e falta de qualidade tático-técnica que o futebol do Sporting apresentava e apresenta, como ficou ontem mais uma vez demonstrado. Era com isso que o presidente se devia preocupar. Perguntar ao treinador, o porquê depois de todo o investimento feito, estarmos cada vez mais aflitos e medíocres a jogar, só atenuando a crise com a conquista muito sofrida da Taça da Liga. É tão triste ouvir um treinador queixar-se constantemente de tudo e nunca assumir os erros, demostrando uma cobardia atroz e uma falta de carácter desoladora. Enfim, consequência das nossas escolhas.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 08.02.2018

    Ontem o treinador estava quase eufórico com a derrota. E talvez também com o facto de não termos conseguido marcar um golito sequer ao Porto em 270 minutos de jogo.
    Três jogos, três claras manifestações de superioridade portista só por acaso não traduzida em mais golos contra nós.
    E o treinador sorri. Mas sorri de quê?
  • Sem imagem de perfil

    JG 08.02.2018

    Talvez porque os jogos disputados com os adversários de maior qualidade façam parte de um futuro manual de sobrevivência. Quem sabe. Argumentar que o jogo deveria ter sido 2-2 ou 3-3 releva de uma falta de conexão com a realidade.
    Jorge Jesus merecia que BC lhe apertasse os calos. Está a colocar a equipa a jogar um futebol sofrível.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D