Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Pela regeneração do futebol português

luis_filipe_vieira_pedro_proenca_pinto_da_costa_be

 

No início da década de 80, Benfica e FC Porto firmaram uma aliança para destruir o Sporting como clube vencedor de títulos no futebol profissional. A aliança foi estabelecida, ao mais alto nível, pelos dois presidentes: Fernando Martins, que liderou os encarnados entre 1981 e 1987, e Pinto da Costa, que ainda se encontra à frente da agremiação azul e branca. Ultrapassando Salazar em permanência no poder.

Infelizmente, os factos demonstram que essa aliança acabou por ser bem-sucedida. Num primeiro passo, em 1986, conduziu à demissão de João Rocha: foi o último presidente leonino que conseguiu mais do que um título de campeão. Desde então Sporting só venceu dois campeonatos - apenas um conquistado já neste século.

Hoje, havendo lugar só para dois na caça aos milhões da Champions, menos ainda aqueles clubes abdicam das enormes parcelas de poder que têm. Como se confirma de várias formas - desde logo por um deles ter sido escandalosamente beneficiado pela arbitragem em metade dos jogos já disputados nesta Liga 2019/2020, em que começou com uma inesperada derrota. É a "lei das compensações" logo a funcionar, mal soa um ténue sinal de alarme: nunca falha, para uns e outros.

Motivo acrescido para haver união no Sporting: sabemos que as forças são desiguais, o que nos deve incutir motivação extra para superar os obstáculos, reabilitando a verdade competitiva em nome da regeneração do futebol. Esse será mais um bom serviço que prestaremos ao desporto português.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 26.09.2019

    Reuniões no Altis (hotel de Fernando Martins, onde o FCP estagia sempre em Lisboa) fazem-me lembrar essa "gloriosa" aliança celebrada nos idos de 80 entre o Apito Dourado e o E-Toupeira.
    Irmãos siameses. Não por acaso, o agora arcebispo Vieira foi durante anos uma espécie de menino de coro do papa Pinto.
  • Sem imagem de perfil

    Sérgio 26.09.2019

    Não há nenhum acordo entre Benfica e Porto. No seu texto não o diz, mas todos sabemos que a equipa que tem sido escandalosamente beneficiada nesta temporada é o Porto, o tal clube com o qual o Sporting tem acordo e que concordou que muito mais é o que os une do que aquilo que os separa. E só quem anda muito distraído é que ainda não percebeu que este é um padrão que existe há dezenas de anos. O Porto é beneficiado nas jornadas iniciais e lá mais para o fim do campeonato há esporadicamente alguns benefícios às outras equipas para que se lance no ar a ideia de que às vezes são uns beneficiados e outras vezes são outros e que no final as coisas equilibram-se. Quem assiste a isto há várias décadas não consegue acreditar em coincidências. Esta desigualdade competitiva quase que atirou com o Benfica para o abismo e agora é o Sporting que está a sofrer. Tendo havido vários acordos estratégicos bilaterais entre o 3 clubes grandes, é curioso como durante várias décadas nunca houve um acordo entre Benfica e Sporting. Se quer encontrar as razões do insucesso do Sporting vá ao google e pesquise: "Pinto da Costa". Na presidência do Pinto da Costa, o Porto conseguiu mais campeonatos do que o Sporting em toda a sua existência. Ainda na presidência de Pinto da Costa o Porto conseguiu quase o dobro dos campeonatos do Benfica. A imagem de um árbitro (José Pratas) a fugir da ira dos jogadores do Porto e no final o Porto sair vencedor de mais essa competição em disputa é bem a imagem de como se tem exercido o domínio do Porto.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D