Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Para esquecer ou para lembrar

"A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, informa que chegou a acordo com o Charlton Athletic FC para a transferência a título definitivo do jogador Mouhamadou-Naby Sarr por um valor de até 2,5 Milhões de euros ficando a Sporting SAD com uma percentagem numa potencial mais-valia futura. A Sporting SAD deseja ao jogador Naby Sarr os maiores sucessos pessoais e profissionais."

Com este comunicado, o Sporting anunciou a transferência de Sarr, jovem internacional francês que foi campeão mundial de sub-20 em 2013 e que, tendo jogado no eixo da defesa durante alguns meses em Alvalade na última época, acabou relegado para o banco. Jorge Jesus não contava com ele nesta nova temporada.

 

Apesar disto, Sarr deu lucro ao Sporting. Adquirido por um milhão de euros em 2014, viu o seu valor mais do que duplicar em 12 meses, em benefício dos cofres leoninos. Repete-se um padrão estabelecido sob a presidência de Bruno de Carvalho: o brasileiro Maurício, que chegara em 2013 ao Sporting por 450 mil euros (90% do passe), acabou transferido a meio da última época para a Lazio por 2,650 milhões de euros; o camaronês Enoh chegou por módicos 35 mil euros e saiu por 350 mil, dez vezes acima do preço nele investido.

Estes jogadores tiveram uma valoração média de 310%, o que diz muito sobre a actual política desportiva que vigora no Sporting. Mérito do presidente que até os seus opositores dotados de maior integridade intelectual reconhecem.

 

"Os leões nem sempre têm comprado bem, muito pelo contrário, mas nos últimos dois anos têm demonstrado muita capacidade negocial. Tanto a comprar (mesmo que os alvos não sejam os melhores) como a vender, dá para ver que há capacidade em fazer bons negócios. E neste caso foi excelente", conclui o blogue Visão de Mercado.

Palavras que não surgem por acaso.

Há dois anos sucedia ao contrário: o Sporting abria os cordões à bolsa para se ver livre de jogadores indesejados. Aconteceu com Boulahrouz, a quem a direcção de Godinho Lopes pagou 466 mil euros para rescindir o vínculo ao clube. Tal como aconteceu com Pranjic (433 mil) e Onyewu (427 mil). O que ajuda a explicar os 100 milhões de euros de passivo acumulado ao longo de duas épocas para esquecer.

Ou para lembrar.

10 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D