Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Palavras sábias de Dias Ferreira

«Bruno de Carvalho, perante as reacções à sua actuação esta semana na Sporting TV, veio dizer que não mudará no seu estilo e na sua forma de comunicar, e que se o quiserem de outra maneira terão de o retirar do lugar pela via eleitoral. Está no pleno direito de usar como quiser a recente esmagadora vitória eleitoral, mas, em minha opinião, e com o devido respeito, a humildade na interpretação do resultado deveria ser directamente proporcional à grandeza desse mesmo resultado.»

 

«Contudo, também acho que tenho o direito (e o dever) de dizer que não gosto da forma, nem do estilo, que retira o foco do conteúdo essencial da sua mensagem, que é aquilo que perturba o sistema, na sua nova e velha roupagem. E é pena, digo-o convictamente, porque um discurso mais sereno, menos ruidoso e, por vezes, silencioso, seria mais assustador e, sobretudo, demolidor.»

 

«Na sua reacção para o interior, não pode Bruno de Carvalho acusar tudo e todos de falta de militância. Militante é aquele que combate e luta por algo, designadamente, por uma causa, neste caso, o Sporting. Nós estamos na mesma causa, mas podemos ter uma maneira diferente de estar nessa luta. Não podemos é estar contra uma cartilha elaborada por alguns militantes que é seguida cegamente por todos, incluindo o chefe e, ao mesmo tempo, dentro de casa, seguir acefalamente a cartilha do chefe.»

 

José Dias Ferreira, ontem, no seu espaço de opinião do jornal A Bola

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 10.09.2017

    "Guerra total": parece o louco Kim da Coreia. Pum!
  • Sem imagem de perfil

    Plinio 10.09.2017

    Não gostei da forma nem do conteúdo. Sequer das ameaças de processos judiciais a eito, tornando o meu Sporting num clube litigante. Curioso ouvir falar de liberdade de expressão e ao mesmo tempo fazerem-se juízos de intenção contra quem emite opinião contrária a quem entende que tem direito à liberdade de expressão. Por fim entendo que não faz sentido ameaçar de processos judiciais o presidente do Conselho de Disciplina, pois que se se começa por aí, um dia destes ninguém quer assumir tal cargo. Certo responsabilizar as pessoas pelas suas decisões, mas por não concordarmos com elas não me parece que seja correcto ameaçar com processos. As pessoas tem que ser livres na decisão e responsáveis por elas.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D