Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Os melhores golos do Sporting (5)

Golo de MÁRIO

FC Porto-Sporting (meia-final da Taça de Portugal)

10 de Maio de 1987, Estádio das Antas

 

Certamente admirarei todos aqueles que os colegas do blog escolherão e aposto que outros ficarão sem registo, sendo tão bons ou melhores que os que aqui apresentamos.

O que escolho tem a ver com a envolvência.

Um amigo a quem chamo de irmão (e que retribui), que é ainda um bocadinho mais doente pelo Sporting do que eu, desafiou: "Vamos ver o jogo ao Porto?"

"E os bilhetes?" perguntei. Agora compram-se bilhetes na hora, em 1987 era um pouco mais complicado...

"Sem problema, tenho um amigo do Porto que compra os bilhetes."

Lá fomos, dois casais e o meu sogro, um belo Leão.

 

A primeira surpresa: os bilhetes eram para o chamado "tribunal das Antas", ali mesmo no meio dos sócios dos tripeiros. Nem o polvo no lampião Aleixo, ao almoço, soube ao que devia...

Recordo a recepção ao autocarro do Sporting, uma loucura. Por curiosidade, o GR suplente (que veio depois a ser titular após o fim da carreira do grande Damas) nessa época era Vital, amigo de infância, colega de escola e patrício nabantino. Trocámos um efusivo cumprimento.

E lá fomos para o meio da tripeirada. Incógnitos e ainda bem, que as ameaças eram tudo menos que veladas, entre um ou outro relato duns "gamanços" de carteiras, por parte dos próprios contadores da estória.

 

A forma como foi recebido o Sporting em campo foi, digamos, molhada... com líquido orgânico acondicionado em sacos de plástico (sempre que me ocorre esta situação, vem logo a do Nuno Luz no estágio da selecção), atirado com precisão em direcção aos nossos. Nas bancadas houve "porrada de criar bicho" e aí demos graças ao amigo tripeiro pela escolha do local. Aqui limitámo-nos a não abrir a boca, mas pelo menos passámos um jogo tranquilo. Tão tranquilo, que aquando do golo nem nos atrevemos a comemorar! Imaginem os gajos todos a espumar, nós com uma vontade enorme de saltar e comemorar e o que me saiu da boca foi um "acho que estava fora-de jogo" para o meu amigo, ao que ele respondeu "estavam completamente fora" e sorrimos os três, que o sogro fez tal mimetismo que se diria um verdadeiro afuradense.

Agora imaginem três tipos a sair da bancada central das Antas, com uma vitória no bolso e a nem sequer lhes passar pela cabeça extravasar os sentimentos. Posso-vos dizer, meus amigos, que o cachecol e a bandeira do Sporting só viram a luz do dia quando atravessávamos a Arrábida!

 

O jantarinho de comemoração foi no primeiro restaurante de rodízio que por cá apareceu, ali por volta de Mealhada, ou coisa que o valha.

O golo, não pela espectacularidade, repito (apesar de ter sido um golaço), mas pela envolvência, foi este:

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D