Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Os fundos

Vem hoje na edição de "O Jogo" que Ola John, emprestado ao Reading da segunda liga inglesa, pode render oito milhões (de euros) ao Benfica. Concretamente se esse clube subir de divisão.

Ora, como diria um distinto benfiquista, vamos lá esmiuçar a coisa:

Ola John não foi vendido nesta "janela de mercado" por uma razão muito simples, ninguém ofereceu nada de jeito por ele! Melhor, ninguém ofereceu nenhuma verba que compensasse o Benfica pelo investimento.

O contrato assinado entre as partes aquando da compra do passe do jogador, obriga o Benfica a vendê-lo até 31 de Agosto de 2015. Do valor da venda, metade cabe ao fundo; Se o não vender, o Benfica terá que pagar à Doyen uma verba de seis milhões de Euros. Os termos estão aqui, para consulta. 

Ora, segundo os termos do acordo citado, ao Benfica restarão dois milhões de Euros dessa hipotética venda. O que certamente não cobrirá o investimento.

Mas como eu estimo muito que o Benfica se lixe, não estou minimamente preocupado com este assunto. Ele vem aqui à baila apenas para reforçar duas teses:

Primeira: Os fundos são sempre parte de leão nestes negócios; O fundo nunca perde!

Segunda: Percebe-se porque foi o Benfica  testemunhar contra o Sporting no TAS. São seis milhões de motivos.

 

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    02.09.2015

    SportingSempre,

    Esses flops todos não chegam para pagar uma perna do Ola John.

    Alguns não jogaram, mas também não deram prejuízo.

    Pelo meio, vieram outros, também ao preço da uva mijona, que entretanto já valem dois ou três Ola Johns (ex: Slimani).

    Uma vezes ganha-se, outras perde-se.

    Se por cada flop de tostões, vier um jogador com rendimento desportivo (e este ano, quase todos têm acumulado minutos no onze principal) ou que garanta receitas no futuro, não estaremos nada mal.

    O que importa é o saldo final e, já agora, não perder a perspetiva das coisas - o passe do Shikabala custou o mesmo que dois meses do ordenado do Ola Jonh.

    Alhos de um lado, bugalhos do outro.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 02.09.2015

    Sarr proporcionou um lucro avaliado em milhão e meio de euros aos cofres leoninos. Oxalá todos os 'flops' fossem assim.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D