Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Ora vamos lá falar de claques...

1 - Rui Mendes, adepto do Sporting que assistia à final da taça de Portugal em 1996, foi assassinado com um very-light arremessado por Hugo Inácio, membro da claque No Name Boys.

Hugo Inácio foi condenado a quatro anos de prisão por negligência grosseira. Quando lhe faltavam 15 meses e 6 dias de pena efectiva, não regressou à prisão após uma saída precária. Foi recapturado em Fevereiro de 2011. Em 2012 foi novamente detido por arremessar uma cadeira que atingiu um agente da autoridade, causando-lhe ferimentos na mão e na perna. Foi condenado a 18 meses de prisão efectiva e impedido de entrar em recintos desportivos durante dois anos. Em 2017 voltou a ser condenado a uma pena de prisão efectiva. Desta vez, Hugo Inácio foi punido com três anos de cadeia e proibido de frequentar recintos desportivos durante sete anos, por ter feito deflagrar uma tocha no Estádio da Luz e por ter sido detido pela PSP, já no exterior, na posse de outra. Foi novamente detido, em 20 de janeiro de 2018, quando estava a assistir ao encontro entre o Benfica e o Desportivo de Chaves.

2 – Incidentes nas imediações do Estádio da Luz, quando o jogo Sporting-Benfica se realizou no Estádio Alvalade, entre as claques Juve Leo e No Name Boys resultaram na morte do cidadão italiano Marco Ficini, adepto do Sporting, assassinado por atropelamento às mãos de Luís Pina, membro da claque não oficial, No Name Boys.

O processo ainda aguarda julgamento, no entanto Luís Pina, de 36 anos, já tinha sido condenado duas vezes: em 2003, por detenção de arma proibida, num processo que transitou em julgado no final de 2004 e ficou extinto com o pagamento de multa e em 2011, por participação em rixa em recinto desportivo (no estádio José Alvalade, antes de um dérbi), onde ficou com pena suspensa de um ano e quatro meses num processo que transitou em julgado em fevereiro de 2016.

 

Vamos por partes, no 1º ponto, um cidadão desloca-se ao estádio para assistir a um espectáculo desportivo e perde a vida. Sem claques, muito provavelmente ainda estaria vivo. No ponto 2 o caso é totalmente diferente, tratou-se de rixa entre vermes, escória da sociedade, apenas a cor os distingue, mas a escumalha é a mesma. Obviamente que lamento o assassinato, mas ali não estavam pacatos cidadãos, ali estavam bandos de hooligans, organizados em busca de sangue.

Recentemente assistimos ao lançamento de tochas para Rui Patrício e por fim o assalto a Alcochete. É tempo de dizer basta! É tempo de colocar um ponto final nesta história triste que já vai longa.

Discordo totalmente que estejam a ser vendidas gamebox a preço reduzido a membros das claques. É inaceitável que “a casinha” ou qualquer metro quadrado nas instalações do clube esteja ocupado ao serviço de organizações violentas, integrando membros que são criminosos. Mesmo que uma maioria não o seja, diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és… Quando vou ao estádio a minha preocupação é escolher um lugar bem longe dos selvagens, não importa a cor da camisola...

Enquanto sócio, quero ouvir dos candidatos à presidência do clube o que pensam fazer relativamente a este assunto. Discordo de todos os que exigem que um rival legalize as suas claques, denunciem os apoios, que é outra questão, mas prefiro mesmo ilegalizar as claques do Sporting Clube de Portugal. Todas elas…

2 comentários

  • Imagem de perfil

    António de Almeida 13.07.2018 21:29

    Em Portugal não estou nem estarei perto de semelhante gente. Compro bilhete para bem longe dessa gente. Se jogarmos fora, ou consigo garantir ficar longe deles ou não vou, é simples... Deixei de ir a jogos no estrangeiro, precisamente porque colocam todos no mesmo sector e não tolero determinados comportamentos.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D