Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

"O verdadeiro fora de série do Sporting é Rúben Amorim"

Foi o que disse, em entrevista à Antena 1, Ivone De Franceschi, jogador muito importante na conquista do título nacional na época 1999/2000 sob o comando de Giuseppe Materazzi e Augusto Inácio. Era um extremo clássico, colado à linha, fintava pouco, cruzava bem.

O plantel do Sporting foi agora revisto em alta em cerca de 10% pelo Transfermarkt para um valor de 330M€, bem mais próximo do Benfica (360M€) do que do Porto (283M€). 

Este plantel inclui alguns jogadores fora-de-série com valor de mercado igual ou superior a 30M€, ao nível do melhor que alguma vez tivemos, como Gyökeres, Pedro Gonçalves, Diomande, Inácio e Hjulmand. Todos foram escolhidos por Rúben Amorim: viu neles o que escapou a muitos, e foi com ele que atingiram patamares de rendimento reflectidos nos valores de mercado que nunca antes tinham experienciado.

Muito poucos foram os jogadores escolhidos por Amorim que fracassaram no Sporting, talvez apenas Vinagre e Rochinha. Do Nuno Mendes ao Ugarte, do Paulinho ao Esgaio, do Edwards ao Trincão, do Adán ao Israel, muitos outros exemplos podia dar, trata-se de jogadores que foram e são importantes no plantel e nos sucessos da equipa.

Sendo Slimani um caso à parte, um regresso mal pensado dum ídolo dos adeptos de feitio complicado, Amorim nunca deixou cair ninguém por muito mal que tivesse estado aqui e ali, conseguiu recuperar jogadores que andavam meio perdidos, como Quaresma e Catamo, e não foi criticado por algum jogador que tivesse saído por iniciativa própria ou do clube. Com Amorim não houve nenhum David Carmo chutado para a B.

Também não conheço nenhum jogador menos utilizado por Amorim que tenha saído sem ser por venda lucrativa e explodido de rendimento noutro clube.

Quinta-feira em Bérgamo, ganhando ou perdendo, continuarei a concordar com o Ivone. O verdadeiro fora-de-série do Sporting é Rúben Amorim.

SL

6 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D