Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O princípio do fim do hooliganismo em Alvalade?

Frederico Varandas mudou as regras de financiamento das claques do Sporting, nomeadamente da principal, a Juve Leo, cortando com benesses que eram anualmente negociadas entre o anterior presidente, Bruno de Carvalho, e as chefias das claques – só a Juve chegava a embolsar 14 mil euros por cada jogo em casa, na venda de bilhetes concedidos pela direção.

Caso se confirme notícia avançada pelo CM, que o presidente Frederico Varandas decidiu enfrentar os obscuros interesses instalados na bancada Sul e que acabaram as benesses para o bando organizado de arruaceiros, o meu apoio enquanto sócio é total nesta matéria. É tempo de desparasitar e higienizar Alvalade, permitindo que famílias e amantes do futebol possam voltar a apreciar um espectáculo desportivo, sem ficarem incomodados por quem pretende descarregar frustrações nos outros, provocando conflitos. A que propósito viajavam os principais dirigentes das claques no avião que transporta o plantel nas deslocações ao estrangeiro? Qual a justificação para a candonga de bilhetes que todos sabemos existir?

Seguramente que os membros das claques, pessoas de bem, que se deslocam aos jogos por amor ao clube, sim, também os há, irão continuar. Os outros, os jagunços, estão a mais...

15 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 14:46

    Enfrentar obscuros interesses, no Sporting, nunca deu bom resultado.
    Que o diga Bruno de Carvalho.
    Pode ser que obscuridade contra obscuridade, faça nascer finalmente a tão duradoura luz que o Sporting tanto precisa.
    Venha ela.

    SL
  • Imagem de perfil

    António de Almeida 09.11.2018 14:55

    Bruno de Carvalho tramou-se pelos sucessivos tiros no pé. Desbaratou em 5 meses o que havia conquistado em 5 anos. Eu não era seu apoiante, mas 90% dos sócios eram. Foi ele quem perdeu os apoios, mais ninguém...
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 15:35

    Vem de encontro ao que acabei de dizer, António.
    Enfrentou os interesses obscuros instalados no Sporting.
    Perdeu a batalha, mas ao contrário de João Rocha que perdeu a guerra, desta vez, um presidente, não ficou sozinho,tem milhares de Sportinguistas leais ao clube.
    A "Guerra" ainda que possa parecer a alguns, não está perdida.
    E desta vez, se tiver que passar além fronteiras e para uma esfera internacional, será feita com toda a certeza.
    É essa a minha convicção.
    O Sporting merece.

    SL

  • Imagem de perfil

    António de Almeida 09.11.2018 15:40

    João Rocha não perdeu guerra alguma, saiu pelo próprio pé, quando percebeu que o seu tempo se esgotou. E depois, enquanto ex-presidente, esteve contra o populismo de Jorge Gonçalves, quando numa circunstância parecida, quiseram aprovar "1 sócio, 1 voto". Manipulam hoje a postura de João Rocha, para o compararem a Bruno de Carvalho. Confundir os 2, é confundir a obra-prima do mestre, com a prima do mestre de obras (esta última é naturalmente Bruno de Carvalho...)
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 17:13

    Sabe muito bem porque João Rocha saiu pelo próprio pé, depois de duas AG convocadas por ele.
    Era isso que queriam também que BDC fizesse após Alcochete.
    Meios diferentes utilizados sempre, e sempre, para o mesmo fim: fazer cair qualquer presidente que mexa no poder obscuro.
    E esse poder obscuro tem um ninho:os ESTATUTOS.
    E o que o António considera agora uma obra prima, demorou anos a ser reconhecida, e só o foi, quando essa dinastia teve a certeza que João Rocha não era mais uma ameaça.
    Tou mesmo a ver o filme outra vez, daqui a uns tempos, em relação a BDC se ele se afastar definitivamente e para sempre.
    É sempre a velha e gasta tática do Séc passado do "ah e tal, até era bom rapaz, fez coisas boas, mas deixou de ter condições"
    Desta vez, vai demorar é certo, mas tenho a esperança que o Sporting vença.

    SL
  • Sem imagem de perfil

    António de Almeida 09.11.2018 18:08

    Os estatutos têm que colocar limites. Prefiro democracia ao poder absoluto, seja de quem for.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 18:35

    Qual poder? O dos mesmos?
    Uma dúzia com poder sobre milhares?
    O seu conceito de democracia deixa muito a desejar.

    Paulo C.
  • Sem imagem de perfil

    António de Almeida 09.11.2018 19:23

    O poder é dos sócios. Também se falava que Ricciardi punha e dispunha, viu-se o poder que os sócios lhe conferiram... o seu, a seu dono!
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 20:20

    Ricciardi, Rogério Alves, Eduardo Barroso, Torres Pereira, Sousa Cintra, Roquette, Dias da Cunha, Dias Ferreira, Varandas, JMS, Proenças de carvalho, Salgado Zenha e mais meia dúzia deles e delas são parte dessa "Dinastia."
    Aliás, ficou bem patente nestas últimas eleições, quem era concorreu, quem não era ficou fora.
    E depois é tão descarado que até Torres Pereira da CG foi para a SAD.
    O António se quizer e caso more há muitos anos na sua casa, pode por a mulher(se a tiver claro) como presidenta do condomínio, é fácil.
    Nao tem tempo para reuniões, vai a mulher, mas quem coordena tudo é você.
    Deixe-se de tretas que os sócios já estão cansados de filmes de terceira categoria.

    SL
  • Sem imagem de perfil

    António de Almeida 09.11.2018 20:27

    Eduardo Barroso defendeu até à última, quase aos limites do indefensável, Bruno de Carvalho. Foi presidente da MAG eleito nas suas listas e nessa altura condicionou e muito Godinho Lopes. Torres Pereira foi eleito nas listas de Bruno de Carvalho.
    Por outro lado colocar Sousa Cintra em qualquer suposta dinastia, é cá uma teoria, que daria uma boa tese...
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 20:56

    Sousa Cintra foi o boneco perfeito.
    Foi boneco há uns anos atrás, mas agora a idade já não permite mais, foi repescado, e serviu para uns dias, com direito jantar de homenagem e tudo.
    Varandas é mais novo e mais moderno,mas o boneco é o mesmo.
    Penso que não vai durar muito, pois a turbulência actual exige um boneco mais sério.

    SL
  • Sem imagem de perfil

    António de Almeida 09.11.2018 21:00

    Para vocês o Sporting só teve 3 presidentes, José de Alvalade, João Rocha e Bruno de Carvalho. Curiosa falta de conhecimento da nossa história. Felizmente que o Sporting foi, é, muito maior, uma história riquíssima.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 09.11.2018 23:18

    Se calhar tem alguma razão.
    Não foram só esses três, claro, em mais de 100 anos, mas contam-se pelos dedos de uma mão os que realmente trouxeram títulos, grandeza e dignificaram o clube.
    Ribeiro Ferreira dos saudosos cinco violinos foi também um deles.
    E os que ficam para a história são esses.
    Não são os Ricciardis, os sobrinhos, os Zenhas, os GL, os Rogérios, os TP, os JMS e os Varandas desta vida.
    Até atletas como Manuel Fernandes, Carlos Lopes, F Mamede, Bessone Bastos, Damas, Livramento(estes 2 últimos já falecidos) e etc, são o que são, devem-no em parte a estes grandissimos presidentes.
    Até a claque Juve Leo, apoiada , por vários presidentes, entre eles BDC, que agora Varandas quer aniquilar, foi fundada na presidência de João Rocha e já são parte integrante da história do clube.
    Resumindo, o que fica na Historia são as Glorias, os atletas e os presidentes que as proporcionaram.

    SL
  • Sem imagem de perfil

    António de Almeida 10.11.2018 07:09

    A claque Juve Leo de hoje, pouco ou nada tem a ver com a fundação, apoiada por João Rocha. O espírito de festa perdeu-se algures. No início iam para um espectáculo, agora vão para a guerra. Aquilo passou de claque a gang. E gangs, quero-os todos aniquiliados, dentro e fora dos estádios...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D