Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O primeiro dia do resto da tua época

A 28 de fevereiro de 2020, o Sporting já só tem doze jogos pela frente. Jogará apenas uma vez por semana, para o campeonato, onde ambiciona chegar ao terceiro lugar, hoje, pertença do Sporting de Braga. A humilhante goleada sofrida na Turquia, ante de um clube sem identidade, de nome impronunciável, só confirma aquilo que já sabíamos há demasiado tempo: a época falhou redondamente.

E agora? O que vai ser o resto da época? O primeiro nome que salta à vista hoje é o de Silas. Não chegará ao verão, mas parece-me que não há grande vantagem em que não chegue ao fim do dia. Parte da culpa é sua, claro, mas ter uma solução de recurso até fim da época, não parece vantajoso. Além disso, numa só frente, é de esperar que pare de inventar e que aposte num onze titular, de forma contínua.

O que se espera agora de Silas é uma aposta continuada em homens como Plata, Jovane, Camacho ou Geraldes. E que outros, como Mendes e Rodrigo, possam ter mais minutos. E ainda que outros, como Nunes, Echedey, João Silva, Bruno Paz, Nuno Moreira ou Tiago Silva possam espreitar a equipa A. Não tenho qualquer curiosidade de voltar a ver homens como Bolasie, Doumbia, Eduardo ou Ilori em campo…

Mas o resto da época não se jogará apenas no relvado. Partindo do princípio que a administração continua (se tivesse caído cada presidente que nos desilude, teríamos tido tantos presidentes como treinadores nos últimos trinta anos), espero que faça o trabalho que não fez a preparar esta época.

Que se escolha imediatamente novo timoneiro, mais experimentado e que este comece já a observar os jovens e os outros homens com os quais terá que trabalhar. Que se escolha imediatamente um homem mais experiente que ajude e guie Viana. Que o scouting identifique já os jogadores a contratar, que efetivamente tragam valor. Que se olhe para os homens que jogando pouco noutros contextos, possam renascer no Sporting (Rony Lopes) e para aqueles que em fim de contrato, possam ser bons negócios. No fundo, que se emende a mão e se faça o trabalho básico (nada do que aqui aponto é inovador) que se espera que um clube como o Sporting faça.

Do lado de cá, continuaremos a pagar a mensalidade de associado; comprar camisolas (das quatro deste ano, ainda me faltam duas) e ocupar os lugares comprados no verão apenas para ver espetáculos tristes na relva e em algumas bancadas. No fundo, nós, como sempre, fazemos a nossa parte. Façam o favor de fazer a vossa.

2 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D