Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O "penálti" que nunca existiu

black-rim-glasses-main1[1].jpg

 

O Correio da Manhã escreve hoje quatro vezes - repito: quatro vezes - sem o menor sobressalto de dúvida que o árbitro Carlos Xistra perdoou ontem uma grande penalidade ao Sporting.

Vem no texto em que relata o jogo: "Num dos poucos ataques do Rio Ave, João Pereira derrubou Vilas Boas na área. Carlos Xistra mandou seguir. Enganou-se. Era penálti."

Vem num destaque inserido neste mesmo texto: "Carlos Xistra errou ao não assinalar penálti contra o Sporting."

Vem numa caixa, ilustrada com um apito, na mesmíssima página: "Carlos Xistra errou ao não assinalar um penálti cometido por João Pereira por André Vilas Boas."

Vem noutra caixa, ilustrada com um lance do jogo, na página seguinte: "Penálti por assinalar a favor do Rio Ave por derrube de João Pereira a André Vilas Boas, na área."

Muito mais do que uma opinião multiplicada por quatro: é um grito amplificado com megafone.

 

black-rim-glasses-main1[1].jpg

 

Diz-se que uma mentira muitas vezes repetida se arrisca a tornar verdade. Nada melhor, portanto, do que tirar a limpo as eventuais ilusões de óptica que possam ter perturbado o autor deste implacável tiro-ao-Xistra enquanto assistia ao jogo.

Pego noutro diário do mesmo grupo editorial, o Record, e o que leio em prosa assinada pelo director do jornal, António Magalhães?

Isto:

"André Vilas Boas cai na área do Sporting depois de uma disputa com João Pereira e reclama-se penálti. Os dois jogadores chocam sem existir qualquer infracção."

Primeiro desmentido das "certezas" do Correio da Manhã.

 

black-rim-glasses-main1[1].jpg

 

Sigo depois para A Bola. Análise dos casos de arbitragem por uma das penas mais prestigiadas do diário da Travessa da Queimada: a do jornalista Rogério Azevedo.

O que escreve ele?

"Lance na área do Sporting, entre João Pereira e André Vilas Boas. O médio do Rio Ave acaba por cair, mas sem qualquer falta por parte do defesa do Sporting. Boa decisão por parte de Carlos Xistra."

Segundo desmentido.

 

black-rim-glasses-main1[1].jpg

 

Consulto enfim o incontornável tribunal da arbitragem do matutino O Jogo. Lá surgem as opiniões do trio habitual: Jorge Coroado, Pedro Henriques e José Leirós.

Veredicto unânime: nada de penálti.

Escreve Coroado: "Sem irregularidade. Contacto normal na tentativa de chegar à bola, não havendo motivo para intervenção do árbitro."

Escreve Henriques: "Lance legal, sem motivo para penálti. Ambos usaram o corpo na disputa de bola e o choque e a queda foram inevitáveis e normais."

Escreve Leirós: "Com convicção e determinação, Xistra viu bem: não houve carga nem empurrão, apenas disputa leal e vigorosa para recuperar a bola."

Terceiro, quarto e quinto desmentidos.

 

black-rim-glasses-main1[1].jpg

 

Fico definitivamente esclarecido.

Mas, no fim de tudo, assalta-me uma dúvida: o solitário opinador que anunciou ao País a existência de um penálti que só ele viu terá mesmo assistido ao jogo?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D