Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O paradoxo de Abryanlene

DSC_3444 (2)

Quando Jerry B. Harvey criou o paradoxo de Abilene, estava longe de imaginar que anos depois esse mesmo paradoxo seria aplicado no "soccer" do país mais ocidental da Europa.

Numa bela tarde em Alcochete terá acontecido o seguinte:

Bryan, o capitão da selecção da Costa Rica, equipa-se e esquece-se de colocar as caneleiras, o treino começa, Raul José repara que o jogador está sem o protector de canelas e comenta com Jorge Jesus:

- Ó JJ, já viste c' o gajo não traz o preservativo das canelas, suspendemos o tipo ou quê?

- Falamos com o presidente, o Bruno é que sabe.

- Ó presidente, o Bryan foi treinar e esqueceu-se das caneleiras, suspendemos o gajo ou quê?

- É pá, tu é que te chamas Jesus e eu é que tenho de fazer milagres? Tu e o Raul querem suspender, suspendam, estão como os gajos de Coleman ou quê? Primeiro queriam ir todos para Abilene, depois já ninguém queria ir... se não sabem o que decidir, não decidam nada.

Tanto quanto nós, sócios e adeptos, sabemos terá sido mais ou menos isto que aconteceu.

Com tantos comunicados, bocas, ironias e postas no facebook sobre irrelevâncias, o que aconteceu com Bryan Ruiz? Alguém explica?

Bibliografia (em vídeo)

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    JHC 11.11.2017

    Sei que seria abrir um precedente, mas também gostaria de saber, oficialmente, as razões para o seu afastamento. Não viria nenhum mal ao mundo e acabariam as especulações sobre estes afastamentos, semanas após ter sido accionada a opção de compra por Bryan.
  • Imagem de perfil

    Pedro Oliveira 11.11.2017

    Caro JHC,
    O ponto é mesmo esse:
    "Gostaria de saber, oficialmente, as razões para o seu afastamento. Não viria nenhum mal ao mundo e acabariam as especulações"
    Nem mais, esse esclarecimento poderia ser feito no "site" oficial do Sporting ou na Sporting TV, dado que é um assunto que apenas preocupará os sportinguistas.
    Abraço, SL
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 12.11.2017

    O apoio dos adeptos, tal como os almoços, não são de borla. Há que dar explicações de certas situações que todos nós não compreendemos. Os apoios alimentam-se e fortificam assim. As explicações nem precisam de ser demasiado detalhadas, só serem claras.
  • Imagem de perfil

    Pedro Oliveira 12.11.2017

    Caro Anónimo das 11h11,
    Foi pena ter falhado o dia/um dia, um comentário às 11.11 do dia 11.11 tinha sido uma grande malha.
    Quanto ao seu comentário, subscrevo-o na totalidade, obviamente.
    Abraço, SL
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D