Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O mistério Bas Dost

Já lá vamos.

 

Antes quero dizer que já vejo futebol há mais de 50 anos e há 40 em Alvalade e que no nosso estádio nunca vi uma arbitragem do calibre da de hoje. O artista do apito inclinou de tal forma o campo que se correu o risco de a baliza do Barça chocar com a do Patrício. A meio da primeira parte, metade da nossa equipa estava já condicionada com amarelos, numa gritante dualidade de critérios que favoreceu claramente o Barcelona. Atitudes deste tipo levam-me a questionar o que estará por detrás disto tudo. Dinheiro? Favores? Apostas? (cartão amarelo a este, àquele e aqueloutro, p.e.) O que é verdade é que o árbitro não descansou enquanto os catalães não marcaram. Depois foi um anjinho. A investigar, se a UEFA quiser, mas creio que não quer e esse é o problema.

 

Vamos lá então a Bas Dost: Alguém diz ao rapaz que a posição dele em campo é a de ponta-de-lança e que a missão do jogador nessa posição é rematar à baliza, mesmo dos locais menos previsíveis (os que dão os grandes golos) e melhor, quando se está na cara do guarda-redes? Com a "assistência" para Bruno Fernandes quando deveria ter rematado para a baliza, como era sua obrigação, Bas Dost que ultimamente tem abusado deste tipo de lances, poderá ter roubado um ponto e 0,75M€ ao Sporting. Poderia ter falhado, pois podia, mas só se falha tentando e Bas Dost, que entrou para o lugar de Dumbia, lesionado, não acrescentou nada ao jogo. Como não acrescentou Bruno César, que não é hoje o jogador de há um ano.

 

O Sporting emperrou hoje a "máquina de guerra" catalã, e Jesus tem muita "culpa" no cartório, tendo montado muito bem o esquema táctico e escolhendo bem as pedras para os lugares. Esqueceu-se de alguns pormenores, quanto a mim: Podence e Iuri Medeiros, que poderiam ter feito melhor que Dost e César. Não poderia prever o show de apito e cartões por parte do artista romeno e isso ajudou a tramá-lo.

Apesar de tudo demonstrámos que temos uma equipa valorosa e que enfrentou uma das melhores equipas do Mundo de olhos nos olhos, sendo que o resultado é de todo injusto.

 

Uma última palavra para Coates: Rapaz, tu és grande, mas não és grande coisa quando queres inventar ali em frente ao Rui. Deixa-te disso e quando não souberes o que fazer com a bola, alivia, como se dizia nos jogos da distrital.

 

Quanto ao grupo, estiveram quase todos bem, com um ligeiro ascendente de Bataglia. O pior em campo foi o Sebastian Dost.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 28.09.2017

    Sem dúvida! E também de William.
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 28.09.2017

    Não esquecer o Rui Patrício, que foi grande.
  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 28.09.2017

    De acordo, Pedro, fez duas defesas de elevado grau de dificuldade, praticamente o trabalho que teve.
    Mas como reparaste eu disse que todos estiveram bem, não pretendendo individualizar. Reparos apenas para os dois que me pareceram menos bem e que acabaram por ser a chave do resultado, pela negativa, um marcando um auto-golo (ainda que algum azar) e o outro negando-se a tentar marcar.
  • Sem imagem de perfil

    JG 28.09.2017

    A critica ao Bas Dost ocupou parte do discurso pós-jogo do nosso treinador. Achei esse discurso francamente exagerado e até injusto. O jogador podia ter rematado, é um facto, mas Bruno Fernandes estava excelentemente colocado. Aliás o remate seria em condições normais imparável, mas o guarda-redes defendeu muito bem. Caso B.Fernandes tivesse marcado estaríamos hoje a elogiar o "altruísmo"" do holandês. Infelizmente não foi assim.
    Eu acho que o problema do Bas Dost resume-se numa única palavra: confiança. Pese embora a "boa onda" do holandês, a forma com aceita ir para o banco, cedendo o lugar ao Doumbia, há um facto indesmentível: nos jogos da Champions, primeiro fora e agora mesmo em casa, o Sporting abdica do segundo melhor marcador europeu da época passada, remetendo-o à condição de suplente. Se isso não interfere com a confiança do jogador, então o jogador será uma máquina, mais ou menos programável e isso não será o caso do nosso simpático Dost.
    Percebo a opção de Jesus, quando jogamos fora. Agora quando jogamos em casa Bas Dost tem que jogar. Outra questão que me levanta dúvidas é a aparente impossibilidade de jogarem juntos, Dost e Doumbia. No Mónaco - um adversário incomparavelmente menos capaz do que o Barça - Sérgio Conceição fez alinhar Aboubacar e Marega, mas obrigando o maliano a redobrados trabalhos defensivos, de apoio ao lateral direito. Com os bons resultados que se viram, no contra-ataque, com a velocidade de Marega a combinar muito bem com o sentido mais posicional de Aboubacar.
    Uma última nota. Ontem, apesar da excelência de Bataglia, um jogador à Sporting, daqueles de dar tudo o que tem para dar, emergiu de forma clara aquele que é o melhor jogador do plantel e talvez o melhor jogador do campeonato: Mathieu. Exibição notável, na antecipação, na dobra, no corte in-extremis, no chão ou pelo ar, na saída de bola em situações de aperto, sem falhas, e a ter que várias vezes desfazer as asneiras que Coates criou. Talvez o melhor central em campo. Porventura não tivessem sido as lesões prolongadas e teria jogado ontem com a outra camisola.
  • Imagem de perfil

    Edmundo Gonçalves 28.09.2017

    Basicamente de acordo, excepto quanto ao discurso de Jesus. A referência ao lance não teve mais que 30 segundos e foi proferida de forma correcta. E o que se pede a um ponta-de-lança é que seja egoísta, ou não?
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D