Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O futuro

Temos reparado na grande preocupação de toda a gente com o que vai suceder ao Sporting na próxima época. Os jornalistas não se cansam de repetir que não é possível enfrentar todas as competições (maxime a Liga dos Campeões) com os recursos deste ano. Os adeptos dos outros clubes lançam as graçolas previsíveis ("não nos envergonhem na Champions", "para o ano é que a gente se vai rir", etc.). Não tenho dúvidas de que o plantel deste ano não chega para todas as competições, já que este ano nem sequer chegou completamente só para o campeonato. Mas acho curioso que ninguém se pergunte sobre o que sucederá a Porto e Benfica, até porque em ambos existem muitas pontas soltas.

O Porto entrará na próxima época com o trauma desta época horrível e sem conseguir fazer dinheiro que se veja, dada a pouca valorização dos seus jogadores. Para além disso, parece apostado numa época baratucha, muito baseada na equipa B e na formação, algo que o perfil do treinador sugere.

Pelo seu lado, o Benfica parece ter chegado à fase final de um ciclo de investimento frenético, muito marcado pela megalomania de ganhar todos os campeonatos mais a Champions. A aposta saiu parcialmente furada: rendeu dois campeonatos em cinco, mas nenhuma Champions (embora tenha dado duas finais da Liga Europa e quem sabe uma vitória nesta competição). Sobretudo, foi muito desgastante em termos financeiros: o passivo do Benfica é colossal e o activo, em termos de jogadores, não vale assim tanto. O plantel do Benfica é óptimo em Portugal, mas (tirando talvez Garay) não tem ninguém que se venda por grandes valores: na Champions ninguém reparou no Benfica, embora fosse essa a aposta, até nos compromissos financeiros. A grande pergunta sobre o Benfica é: será que vai poder continuar o mesmo tipo de aposta pesada das últimas épocas?

Neste contexto, o Sporting até parece ter encontrado uma certa forma de valorização com poucos meios e é ainda o que parece actualmente menos propício a grandes dúvidas existenciais: a aposta é continuar mais ou menos pelo mesmo trilho, com ajustes. Nada disto é garantia de que a época corra bem ao Sporting e mal aos outros, mas serve para recordar que não é só o Sporting que tem grandes decisões a tomar no futuro próximo.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D