Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O elo mais fraco

Portugal é campeão europeu de futebol. Com um treinador português. 
Esta é a maior prova de competência dos jogadores portugueses e dos treinadores portugueses.
Há cinco anos que nenhum árbitro português está na alta roda do futebol internacional. Desde que Pedro Proença apitou os jogos dos títulos europeus de clubes e selecções - proeza inédita que o elevou ao patamar supremo da sua categoria profissional.
De então para cá, com outros protagonistas, tem sido sempre a descer. No Euro 2016 não houve nenhum português a apitar.
Daqui se conclui que o sector da arbitragem se tornou, em termos qualitativos, o elo mais fraco do futebol nacional. Os árbitros não podem portanto comportar-se como se fossem o elo mais forte. Porque não são.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 11.01.2017 12:09

    Por uma vez concordo com duas frase suas.
    Primeira:
    «As ameaças e a pressão sobre árbitros ou suas famílias, são inaceitáveis e têm de ser condenadas e escorraçadas, venham elas donde vierem, sob pena de colocar em causa o futebol.»
    Totalmente inaceitáveis, as ameaças. Desde logo, as ameaças verbais.
    Por isso a minha firme repulsa pela bárbara agressão de que foi vítima Pedro Proença, o melhor árbitro português de todos os tempos:
    http://www.jn.pt/seguranca/interior/pena-suspensa-para-adepto-do-benfica-que-agrediu-pedro-proenca-3771649.html

    Segunda:
    «Se houver factos concretos de que algum árbitro é corrupto ou foi corrompido, que as apresentem no locais próprios e peçam a sua irradiação. Pela minha parte apoiarei a irradiação de qualquer árbitro que se prove ter sido corrompido ou ter promovido qualquer acto de corrupção.»
    Por isso a minha firme repulsa pela acusação de "ladrões" feita por LF Vieira aos árbitros, implorando para esse efeito a cumplicidade dos jornalistas:
    http://www.tsf.pt/desporto/interior/luis-filipe-vieira-fala-em-arbitragem-escandalosa-no-jogo-com-rio-ave-4946638.html
  • Sem imagem de perfil

    anonymous 11.01.2017 12:30

    A acusação de LFV, em privado, comparadas com as acusações e insinuações públicas (TV e redes sociais) dos sportinguistas, a começar pelo seu presidente, são uma gota de água no meio do oceano. E, ainda assim, há um grande diferença: LFV já foi condenado e BdC, ou qualquer outro dirigente sportinguista, ainda não. Mas o BENFICA é que manda nesta merda toda!...
  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 11.01.2017 14:58

    Não percebo esta sua adenda. Bruno de Carvalho tem sido criticado por vários sportinguistas, até neste blogue, por ter sido demasiado condescendente e contemporizador com a arbitragem.
    Jamais disse aquilo de que Vieira foi capaz de proferir: de convidar e incentivar os jornalistas a chamar "ladrões" aos árbitros.
    Se uma coisa destas não merecesse punição disciplinar mais valia abolirem todas as regras...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D