Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O dia seguinte

Foi mais ou menos como antecipei, felizmente o Sporting marcou cedo num bom golpe de cabeça de Porro de cima para baixo que traiu o guarda-redes adversário, e assim tudo se tornou mais fácil. O Paços de Ferreira tentou atacar e os contra-golpes do Sporting eram cada vez mais fulminantes. Assim se chegou ao final do primeiro tempo com 3-0 que reflectia muito bem a superioridade do Sporting. Se Edwards estivesse em dia sim a vantagem seria mais dilatada.

A segunda parte já foi diferente, a toada de jogo foi a mesma mas o cansaço notou-se e com isso falhou-se o último passe ou o remate, os lances prometedores davam coisa nenhuma, Pedro Gonçalves e Trincão destacaram-se nesse aspecto

Rúben Amorim foi tardando nas substituições e quem pagou por isso foi Essugo. Na primeira parte esteve excelente, sempre a ganhar posição e a impor o físico, na segunda parte foi decaindo e a pôr o pé antes de pôr o físico até ser expulso por falta evitável. Mas também o Pedro Gonçalves na segunda parte foi uma caricatura da primeira, Edwards idem idem, enfim, se calhar todos, uns mais, outros menos.

No final, com Essugo e as entradas depois de Sotiris, Mateus Fernandes e Rodrigo Ribeiro (este tinha mesmo de ser), o Sporting tinha posto em jogo quatro jovens de imenso potencial, três deles com idade de júnior. Nenhum desiludiu ou comprometeu. O lance que ditou a expulsão do Essugo é bem discutível, mas enfim. Mais uma prova do excelente trabalho de Rúben Amorim.

O segundo golo é um tratado de futebol colectivo. Dum livre contrário desenvolve-se uma jogada em que intervém meia-equipa e liquida o adversário. E acaba o ala esquerdo a marcar o golo como interior direito.

Sobre Pedro Gonçalves, parece que estamos a ganhar um bom médio e a perder um óptimo avançado. Hoje recuperou muitas bolas e falhou todos os remates...

Melhor em campo? Porro, um golo, uma assistência e 90 minutos sempre a procurar criar lances perigosos desde a banda direita. É mesmo o melhor defesa direito/ala direito do meu tempo de bancada em Alvalade. Antes, não sei dizer. Nuno Santos muito bem também, com Trincão daquele lado rende muito mais.

SL

8 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D