Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O dia seguinte

O Sporting-Manchester City foi um jogo em que entrámos muito bem e esteve ao nível da talvez melhor equipa do mundo, que conta com o talvez melhor treinador do mundo, que está junta talvez o maior tempo do mundo, e que tem o talvez maior orçamento do mundo. Isso durou uns... 7 minutos.

Depois veio o primeiro golo, fruto da concentração duns e desconcentração doutros, e a equipa abanou e estrebuchou. Uns minutos depois veio o segundo, um pouco ao mesmo estilo - se o primeiro teve um grande passe de De Bruyne - o segundo resultou dum grande remate do Bernardo Silva - e a equipa foi mesmo ao tapete. O jogo perdido, a classe da equipa contrária, o desgaste tremendo da ida ao Dragão, tudo tem limites e os da equipa tinham sido ultrapassados.

Chegados aqui podia-se questionar muita coisa, a teimosia de Rúben Amorim no 3-4-3, um Esgaio à esquerda completamente ineficaz, um Pedro Gonçalves completamente fora daquilo que deixava Porro ao abandono e fazia do lado direito do Sporting uma auto-estrada sem portagem para o City, um Paulinho que em vez de influente pivot fazia de inútil pinheiro, até a qualidade dos pitons das botas de Coates e Matheus Reis. Mas o que ficava daquilo tudo era o resultado, 0-4 em casa e com tendência para dobrar no segundo tempo.

 

O intervalo fez bem ao Sporting, e a troca de Pedro Gonçalves por Ugarte logo depois do (excelente) golo anulado ao Bernardo Silva ainda fez melhor. Chegámos ao duplo trinco com Matheus Nunes mais avançado que penso ser o melhor sistema para defrontar adversários como este, e apenas um enorme remate de Sterling - do sítio onde estava pude apreciar toda a beleza daquele remate ao ângulo - fez mudar o score.

Acabámos o jogo a perder por 5-0 mas com todo o estádio, bem puxado pela Juve Leo (hoje merecem todos os parabéns), a cantar a plenos pulmões, em plena comunhão com a equipa, a celebrar o Sportinguismo e o Sporting Clube de Portugal. "Hoje é dia de jogo"... "Nós acreditamos em vocês"...

 

Que balanço fazer disto tudo?

Mais do que outra coisa, e no que respeita a futebol dentro do campo, este Man. City é tudo aquilo que o Sporting quer ser. Construção desde trás, circulação de bola, controlo do jogo, reacção à perda, variação rápida de flanco, aceleração pelas alas, últimos passes de eleição, remates mortíferos. Uma máquina montada por Guardiola muito bem oleada e extremamente rodada na exigente Premier League. Diziam que o onze inicial mais o Guardiola tem em média quatro anos de casa... E o Sporting quantos tem? Juntando-se a isso um plantel quatro vezes mais valioso que o do Sporting, tem-se ideia do diferencial de capacidades dum e doutro lado.

Fora do campo, pode-se também questionar como estaria o Sporting se tivesse como dono um tal Mansour Bin Zayed Al Nahyal da família real do Abu Dhabi e que controla também os Emirados Árabes Unidos. Ou algum irmão... Ou primo... A SAD do Sporting, em vez de contar com gente deste calibre, apenas conta com um maltratado Sobrinho e uns micro-inúteis investidores que nada acrescentam. Mas para ter dono e perder por 2, prefiro ser livre e perder por 5.

Por outro lado, na Champions o Sporting já atingiu os seus objectivos, a Supertaça e a Taça da Liga são nossas, na Liga e na Taça de Portugal o adversário é o FC Porto e... que nada tem a ver com o Man.City,  nós somos claramente melhores do que eles... em futebol. 

Importa então que Amorim e plantel descansem física e mentalmente, que tirem o melhor proveito da lição que este Man.City veio dar a Alvalade, que o trio dianteiro recupere a capacidade colectiva e individual de tempos atrás, e siga jogo a jogo rumo a tudo de bom a que temos ainda direito esta temporada.

Melhor em campo? Matheus Nunes, único que se exibiu a nível Champions. O único que mostrou condições para no próximo ano estar do outro lado.

Por último, gostei muito da entrada de Tabata. O Sporting não deixa ninguém para trás. Honra aos heróis do Dragão.

 

PS1: Mas que raio se passa com os pitons das botas dos jogadores do Sporting???  Depois da relva, agora são os pitons??? 

PS2: Que grande arbitragem do sérvio, nível Champions, sóbrio e assertivo, sempre a deixar o jogo correr, desvalorizando os contactos mas assinalando as infracções, nas antípodas dos medíocres arbitros "tugas", passar dum João Pinheiro para este sérvio, é passar duma tasca ordinária para um restaurante 5 estrelas...

 

#JogoAJogo

SL

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D