Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O dia seguinte

Começando pelo mais importante, regressámos de Paços de Ferreira com mais uma vitória, a sexta depois da última paragem das competições devido aos compromissos das selecções. Foram Belenenses (F), Besiktas(F), Moreirense (C), V.Guimarães(C), Besiktas(C) e agora o Paços de Ferreira. Um período intenso, onde todos os jogadores do plantel tiveram as suas oportunidades, o que só veio reforçar a extraordinária saúde do grupo e o seu total compromisso com os objectivos do clube. Foi também um período de acerto de contas com prémios e renovações de contratos, ninguém a fazer contas de sumir, todos a querer ficar, sem jogadores amuados nem empresários a mandar recados pela comunicação social.

Depois há que dizer que esta deslocação tinha tudo menos de fácil. Um campo de dimensões reduzidas, um relvado que faz do de Alvalade um pano de bilhar, uma equipa raçuda e muito bem orientada para contrariar os pontos fortes do Sporting e explorar os fracos, com um Antunes a querer demonstrar tudo aquilo que não conseguiu atingir no Sporting na época passada.

 

O Sporting entrou com tudo, a encostar às cordas a equipa contrária, com um flanco esquerdo Matheus Reis - Nuno Santos - Sarabia em grande estilo, a criar situações de perigo sucessivas bem contrariadas por um Paços bem fechado junto lá atrás. Faltou nessa altura a dimensão aérea ao jogo do Sporting, a concentração de jogadores limitava muito as possibilidades de centros rasteiros com sucesso. Ou seja, faltou um... Coates lá na frente. Tendo conseguido ultrapassar essa fase sem sofrer golos, o Paços foi-se libertando a pouco e pouco e criando uma ou outra situação complicada. Chegámos ao intervalo com a sensação de que já tinhamos gasto quase toda a munição sem resultados, e que as coisas se poderiam tornar bem complicadas.

Mas o Sporting reentrou em campo para resolver depressa a questão. De mais um canto veio a assistência de Coates para o desvio com muita classe do Benkenácio (ainda vai aparecer por aqui alguém que vai dizer que Coates queria rematar à baliza e falhou...), o Paços teve de abrir e ir à procura do empate, e o Sporting foi ficando cada vez mais confortável no jogo.

O segundo golo foi uma daquelas jogadas "à Sporting" que dá gosto ver. Tabata lança Esgaio, este levanta a cabeça (o que nem sempre acontece) e centra atrasado, Paulinho deixa passar, Pedro Gonçalves passa para dentro da baliza, mais um golo aconteceu na sequência dum canto mas foi bem anulado, e quer Paulinho quer Bragança falharam a sua oportunidade de golo de forma que mereceriam umas horas de trabalhos forçados. Como se fazia na antiga primária, com grandes resultados para o ensino da tabuada.

 

Melhor em campo? Não consigo escolher entre Matheus Reis, Nuno Santos, Ricardo Esgaio, todos eles integrantes duma segunda linha do plantel, todos eles foram magníficos, todos eles disseram presente, como também o disse Tabata. E ninguém destoou pela negativa.

Uma equipa sólida, competente, extremamente bem orientada, na luta pelo bi-campeonato. E pelo resto...

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

19 comentários

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D