Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Nós, há dez anos

 

Adelino Cunha: «Não se pode confundir Sporting com a direcção em funções (seja ela qual for). O Sporting não está apenas além de nós, adeptos, está também além, muito além, das direcções do momento.»

Alda Telles: «Depois de arrasado o projecto que corporizou a sua candidatura, “varridos” todos os elementos da sua equipa eleitoral e de direcção, Godinho Lopes surge agora “orgulhosamente só”, ungido pelos deuses, líder único e iluminado para nos conduzir rumo aos amanhãs que cantam.»

Eduardo Hilário: «Sem avançado competente desde a saída do Liedson, nos últimos anos assistimos às seguinte contratações: Sinama Pongolle por 6,5 milhões e Valeri Bojinov por €2.6 milhões (80% do passe). Ou seja, dois exemplos de má gestão financeira num clube que aparentemente tem gestores profissionais/remunerados...»

Francisco Almeida Leite: «No intervalo do último jogo - por sinal, miserável - frente à Académica, um dos meus filhos delirou com uma imagem que passou nos ecrãs de Alvalade: uma caderneta de cromos do nosso Sporting. Só do Sporting. Eu percebo o que lhe terá passado pela cabeça: para quê comprar cromos à espera que nos calhem autocolantes do Van Wolfswinkel, do Elias, do Rui Patrício, tendo lá pelo meio uns quantos indesejáveis, quando podemos pedir carteirinhas só recheadas de jogadores leoninos?»

João Villalobos: «Eu tive um sonho. E nesse sonho não almejava paz e abundância para a Humanidade inteira, mas apenas para o Sporting Club de Portugal. Suponho que sonhei assim, de forma discutivelmente altruísta e nada modesta, não apenas porque faz parte da minha natureza mas também porque, convenhamos, há que começar por algum lado e homem que é homem deve optar sempre, quando lança mãos à obra, pela tarefa mais difícil.»

Eu: «Franky Vercauteren, nesta estreia ao comando da equipa técnica do Sporting, tem apenas um trunfo a seu favor: as baixas expectativas que rodeiam o seu trabalho. Não por demérito próprio, claro: o treinador belga tem bom currículo e vasta experiência, ninguém duvida da sua capacidade profissional, já demonstrada noutras paragens. O problema é que vem tomar conta da equipa no pior arranque de uma temporada desde que as vitórias no campeonato passaram a valer três pontos, em 1995/96.»

1 comentário

Comentar post

{ Blogue fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D