Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Não aprender com a História...

Ao longo da História o português episodicamente vai caindo no sebastianismo. Já é um fado recorrente, mesmo sem grandes resultados, mas nos mais variados domínios, de tempos a tempos, perante um grave problema, surge um D. Sebastião, invariavelmente encontrando uma legião pronta a segui-lo cegamente de forma acéfala, que lhe vai abrindo caminho sem dar conta do abismo que a todos espera no final.

O desporto, em particular o futebol pelas massas que movimenta, não poderia ser diferente. O Sporting já tinha caído uma vez nesta armadilha no final dos anos 80, mas chegados ao novo milénio, que até havia começado bem para as nossas cores, perante uma crise de resultados desportivos no início da presente década, os sportinguistas estavam prontos a comprar a cura milagrosa ao primeiro vendedor de promessas que surgisse, sem perceberem que o milagre afinal era apenas banha de cobra e o vendedor um reles aldrabão.

Já este ano, quando chantageados pelo personagem, “ou me alteram os estatutos, ou saio”, “ou votam de forma massiva em mim ou abandono-os”, as poucas vozes críticas que se ergueram para avisar do perigo foram abafadas, insultadas como sportingados. Mas a verdade é como o azeite, acaba sempre por vir acima e após Madrid o encantador de serpentes seguro do seu poder, facilitou, o encanto quebrou-se e finalmente muitos passaram a ver a realidade diante dos olhos. Mesmo que alguns ainda persistam hipnotizados, a maioria já acordou do transe, dando conta mal abriram os olhos do cenário de horror em que o clube está mergulhado.

6 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D