Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Justo aplauso a Gelson Martins

20698372_t4zqZ[1].jpg

 

Gelson Martins tem sido criticado, até por adeptos do Sporting, pela sua prestação menos exuberante desta época em comparação com a anterior. Ser o terceiro melhor marcador da equipa até ao momento não parece suscitar grande entusiasmo nesses adeptos. Não faltou, por exemplo, quem considerasse "fraca" - até neste blogue - a actuação do jovem extremo no Sporting-Chaves.

Acontece que esta crítica é injusta. Porque Gelson esteve em quatro dos cinco golos do nosso triunfo na noite de domingo.

Logo aos 6', foi ele a ganhar o canto de que resultaria o golo inaugural.

Aos 15', foi fundamental a arrastar as marcações da defesa flaviense, possibilitando assim margem de manobra a Bas Dost para marcar sem oposição o segundo do Sporting.

Aos 39', fez a assistência para o terceiro golo, apontado por Acuña.

E o quinto nasce de uma jogada iniciada por ele e prosseguida por Piccini, que coloca a bola no goleador holandês.

Não esqueçamos ainda o lance aos 31', em que Gelson é derrubado em falta dentro da grande área do Chaves. Um derrube à margem da lei, que só o árbitro Rui Costa foi incapaz de ver, apesar de ter sido insistentemente alertado para o erro pelo vídeo-árbitro Bruno Esteves, como hoje revela o Correio da Manhã. Erro agravado com o cartão amarelo injustamente exibido ao nosso jogador.

Motivos mais do que suficientes para continuarmos a incentivar e aplaudir Gelson Martins - um dos grandes talentos saídos nesta década desse viveiro de campeões que é a Academia de Alcochete. Como aqui escrevi há quatro dias, ele tornou-se um ídolo em Alvalade por mérito próprio. Não tenho a menor dúvida de que assim continuará a ser.

30 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D