Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Jovane Cabral, o herói de Leiria

21999308_Njqgk.jpeg

 

Jovane Cabral chega ao Sporting e à Academia de Alcochete em 2015 vindo do Grémio Nhagar de Cabo Verde, com apenas 16 anos de idade, sendo integrado na equipa de Juvenis, estreando-se logo com 4 golos marcados, num jogo em que o Sporting ganhou por 15-0 ao GRAP.

Chega ao fim da época de 2016/2017 já integrado na equipa B com números relativamente modestos, 53 jogos, 16 golos marcados, muito por causa das lesões que foram surgindo.

No dia 28 de Março de 2017 estreou-se pela Seleção Nacional A de Cabo Verde, entrando no decorrer da 2ª parte de um jogo amigável onde a sua equipa ganhou por 2-0 no Luxemburgo.

No inicio da época de 2017/18 foi chamado por Jorge Jesus para integrar o estágio da equipa principal na Suíça, onde participou em dois jogos, sendo depois devolvido à Equipa B. Pouco depois, a 12 de Outubro estreou-se pela equipa principal ao entrar para o lugar de Mattheus Oliveira, no decorrer da 2ª parte de um jogo a contar para a Taça de Portugal, em que o Sporting derrotou o Oleiros por 4-2. Foi a primeira e a única oportunidade que Jorge Jesus lhe deu, deve ter-lhe posto o mesmo selo na testa de Palhinha, Matheus Pereira e Esgaio. Para além deste jogo, nesse ano conta apenas com 14 jogos pela B e 1 golo marcado.

Quando Sousa Cintra assumiu a SAD, para juntar os cacos causados pela irresponsabilidade de alguns e a cobardia de outros, deparou-se com um jovem a ganhar muito pouco para o que valia, renovou-lhe o contrato que terminava no final dessa época até 2023, deu-lhe um salário digno de primeira equipa e diz ele, "Ainda lhe dei 100 mil euros para ele ir comprar uma casa, para ele e para a mãe. Para ter condições dignas, de acordo com o pergaminhos do clube e com aquilo que o jogadores devem ter: paz, um ambiente tranquilo". Jovane Cabral retribuiu com um bom arranque de campeonato, sendo distinguido no final desse ano com o Prémio Stromp na categoria Revelação. Diz quem lá esteve que é um rapaz inteligente e de muito bom trato. Para além disso uma vontade sem limites de treinar e de aprender, como testemunham Bruno Fernandes e Tiago Fernandes. 

Nestas últimas duas épocas e meia, Jovane continua a apresentar números modestos para o protencial que demonstra, cerca de 60 jogos e 15 golos, mas já conseguiu marcar alguns golos completamente fora-de-série como o primeiro de Leiria. 

Olha-se para Jovane e vê-se um pequeno Hulk, um corpo super-trabalhado em ginásio, uma potência física tremenda. Mas tudo isso tem tido custos para um jovem que não chegou assim de Cabo Verde, e as lesões tem sido recorrentes. Quando regressa das lesões depara com uma equipa formatada e tem de se encaixar nas necessidades imediatas da equipa, às vezes bem diferentes daquelas que eram quando se lesionou. Se calhar por isso mesmo, rende bem mais quando vem do banco com liberdade para desequilibrar do que quando tem de entrar de início e cumprir um programa táctico exigente a defender e a atacar.

Como tem feito com outros jovens, Frederico Varandas tem tentado o prolongamento de contrato com reforço de cláusula de rescisão, mas o Jovane e os seus representantes tem resistido, pelo interesse que veem noutras latitudes. E assim, tem vindo a lume que o Sporting aceitaria a sua saída por um valor mínimo apreciável, mas longe do que ele pode vir a render no futuro. Não nos esqueçamos porém que hoje em dia muitos jogadores/empresários preferem esgotar os contratos e sair depois embolsando eles mesmo a compensação devida ao clube, como tem acontecido e está a acontecer com o Porto. Por isso mesmo, é melhor vender por menos antes do que por zero depois.

Com tudo isto, Jovane continua a ser uma incógnita, nem ele nem o Sporting sabem com o que podem contar. Se as lesões o deixarem em paz, se o trabalho dedicado da estrutura médica e de alto rendimento do clube conseguir ajudar a resolver o problema, vai ser sem dúvida o nosso melhor reforço da 2ª metade da época.

Mas para já foi e será para sempre o nosso herói de Leiria como Miguel Garcia o é de Alkmaar. 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

2 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D