Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Jesus, o Marco Silva de Madeira Rodrigues

 

É espantosa a impreparação de Pedro Madeira Rodrigues. Depois de ter referido vinte vezes em duas entrevistas o nome de Marco Silva, lamentando sem cessar que o actual técnico do Hull City tivesse sido empurrado do Sporting por Bruno de Carvalho, anuncia agora ele que empurra por sua vez Jorge Jesus caso vença a eleição de 4 de Março. Sem ao menos ter reparado que logo no dia seguinte disputamos um jogo crucial contra o V. Guimarães.

A imaturidade deste homem que durante três anos arrasou corajosamente Bruno de Carvalho sob pseudónimo num blogue fica bem evidente na forma como ficou prisioneiro da sua própria armadilha. Quis fazer peito, utilizando o treinador como arma de arremesso contra o actual presidente, e acabou por receber de ricochete o tiro que ele próprio disparou.

Jorge Jesus é o Marco Silva de Madeira Rodrigues, como ficou patente na mais recente entrevista televisiva concedida pelo candidato.

 

Durante duas longas horas, à CMTV, o autoproclamado "Trump português" conseguiu uma vez mais chegar ao fim sem nada ter proferido de substancial.

Diz que tem investidores prontos a pôr dinheiro no Sporting. Não diz quem são.

Diz que tem uma solução financeira para o afastamento de Jesus. Ficou por explicar qual é.

Diz que tem uma lista de três treinadores alternativos ao actual. Mas não desvenda nenhum deles.

Diz que já escolheu um novo director desportivo. Mas guarda segredo: ninguém fica a saber de quem se trata.

Diz que tem "facilidade para trazer jogadores". Faltou dizer quem.

 

O candidato fala como quem sopra bolas cheias de espuma: anda há um mês na estrada e de concreto sabemos apenas que despediria o treinador mal chegasse à presidência sem lhe pagar a justa indemnização que a lei prevê. Vinte módicos milhõezitos, quantia que daria para construir dois pavilhões para as modalidades, montante superior à dívida assumida pelo Sporting à Doyen.

Mandato iniciado a rasgar um contrato, assegura o homem que acusa Bruno de fazer o mesmo.

Vá lá a gente entendê-lo. E vá lá ele entender-se a si próprio. Nesta altura do campeonato já percebeu certamente que é muito mais fácil escrevinhar sob pseudónimo num blogue do que concorrer à presidência do Sporting.

17 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D