Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Isto não é física nuclear

O que aconteceu ontem não é difícil de perceber. Estou farto de dizer, mas vou repetir: o Sporting actual não tem meios para jogar sempre "à grande", "à Barcelona" ou "à Bayern" ou lá qual é o modelo de jogo imaginado. Precisa de um "plano B" que dê para descansar mantendo a eficácia. Género Jardim o ano passado. Enfim, agora se calhar já não vai ser tão preciso: resta jogar para o 3º e fazer três jogos para a Taça (se formos à final). Na 5ª feira, o Sporting rebentou (ingloriamente) com o Worlfsburgo e, de caminho, rebentou-se. Já vi muita gente elogiar a primeira meia hora nas Antas, em que controlámos o jogo e pusémos o Porto em sentido. Passados menos de três dias completos desde o jogo de 5ª, essa primeira meia hora resultou no estouro colossal que se seguiu. A hora seguinte foi uma coisa penosa. Até metia dó ver os homens a arrastarem-se pelo campo.

 

Isto não é física nuclear: para jogar "à grande" em todas as competições é preciso dois e três jogadores para algumas posições, prontos a rodar conforme as necessidades. Não houve dinheiro para isso. Se não se pode jogar sempre "à grande" tem de se alternar com um joguito mais mole mas também mais controlado. Enquanto o orçamento do Sporting for metade do orçamento de Porto e Benfica e menos de um décimo dos orçamentos dos grandes da Europa vai ser preciso ter muito cuidado com as expectativas.

 

Mesmo assim, não é tudo mau: nos jogos em que as coisas resultaram, o Sporting jogou o melhor futebol de Portugal este ano. Há muito tempo que isso não acontecia. Com um bocado mais de realismo, adequando melhor os meios aos fins, não me parece que estejamos longe daquilo que deve ser feito no futuro.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D