Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Incompreensível

bas_dost_foto_jose10561e0e[1].jpg

 

Bas Dost foi adquirido pelo Sporting no início da época 2016/2017, por 11,85 milhões de euros. Foi, na altura, a contratação mais cara de sempre em Alvalade.

Sai agora por 7 milhões de euros (valor cifrado por 85% do passe), acrescidos de 500 mil euros em "objectivos", como agora se diz. Desvalorizado em 40 por cento. Apesar de no Sporting ter marcado 93 golos em competições oficiais, ter apontado 76 tiros certeiros em 84 jogos do campeonato e em 2017 ter-se sagrado Bota de Prata da Europa como segundo maior goleador do continente, só ultrapassado por Messi.

Vai jogar para o Eintracht de Frankfurt, clube com objectivos mais modestos do que o Sporting. Numa altura em que o seu valor de mercado está avaliado em 17 milhões de euros, segundo a tabela do Transfermarkt. Pelos vistos, de nada lhe valeu tanto remate certeiro durante três anos nos estádios portugueses.

Digam o que disserem, há coisas que não entendo. Esta é uma delas.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 26.08.2019

    «Dost não casava com o sistema táctico de KaiZer.»
    Palavras suas.
    A questão é esta: quem tem um goleador com as características de Dost (ou do Peter Crouch, ou do Cardozo, ou do José Torres, que jogou no Benfica e no V. Setúbal) tem de adequar o ímpeto ofensivo da equipa às características desse goleador.
    Jesus, nesse aspecto, compreendeu muito bem: valorizou e potenciou Dost - afinal para nada, em termos financeiros.
    Keizer, compatriota de Dost, procedeu ao contrário: instalou a equipa numa espécie de terra-de-ninguém, sem fio de jogo, desperdiçando todo o potencial goleador do ponta-de-lança. Com Keizer, passámos a jogar só com dez. Porque não soube pôr Dost a render.

    Quanto ao preço: não há goleadores baratos.
    Para mim, goleador caro é aquele que não marca golos. Um Barcos, um Castaignos. Esses são caríssimos.
    Um avançado que marca 76 golos em 84 jogos do campeonato nunca poderá ser apontado a dedo pelos adeptos, por ser caro.
  • Sem imagem de perfil

    Chakraindigo 26.08.2019

    Não me vou imiscuir nesta conversa, mas uma frase aí escrita pelo Pedro Correia, adequa-se não só a Bas Dost como a qualquer goleador: - "Não tem essa coisa de gol feio, feio é não fazer gol", afirmou o grande Vavá Maravilha, o Leão da Copa.

    Por isso, Bas Dost só pode (podia) ter feito coisas bonitas. E bonita devia ser a sua despedida.
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 26.08.2019

    Meu caro, permita-me corrigi-lo na medida em tal expressão é da autoria de Dadá Maravilha. A quem também se devem as seguintes: 1) não me venham com a problemática que eu tenho a solucionática; 2) só há 3 coisas que pairam no ar; beija-flor, helicóptero e Dadá Maravilha; 3) Dadá preocupou-se tanto em marcar golos que não teve tempo de aprender a jogar futebol; 4) só existem 3 poderes no Universo: Deus no Céu, o Papa no Vaticano e Dadá na grande-área; 5) chuto tão mal que, no dia em que fizer um golo fora da área, o guarda-redes tem de ser eliminado do futebol.

    A ele e a George Best se devem as melhores frases de futebolistas de sempre. Do irlandês destaco estas: 1) se eu tivesse nascido feio, vocês nunca teriam ouvido falar de Pelé; 2) em 1969, abdiquei de mulheres e de bebida. Foram os piores 20 minutos da minha vida; 3) gastei muito dinheiro em mulheres, bebida e carros rápidos. O resto eu desperdicei ingloriamente; 4) sobre Becham: ele não chuta com a perna esquerda, ele não cabeceia, ele não desarma, ele não marca muitos golos. Tirando isso, ele é um bom jogador; 5) dizem que tentei dormir com 7 misses mundo. Não é verdade! As outras três é que vieram atrás de mim.

    Enfim, duas personagens, duas mentes espirituosas. Uma com um destino cruel, infelizmente.

    Obrigado e o Pedro que me desculpe pelo "lençol" que aqui fica.
  • Sem imagem de perfil

    Chakraindigo 26.08.2019


    Eu gosto muito daquela frase dele : "Nunca aprendi a jogar futebol pois perdi muito tempo fazendo gols."
    ou "Com Dadá em campo, não há placar em branco."

    Um personagem!

    O Vavá era outro, o apelidado "Leão da Copa", salvo erro ganhou 2 mundiais.

    Fiz aqui um cocktail de jogadores, eheheheheh
    É o que dá escrever de memória.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D