Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Hóquei em patins 1977

A minha homenagem a João Sobrinho, enorme atleta do Sporting recentemente falecido, que poderemos ver em acção neste resumo da mítica 2ª mão da final da taça dos campeões europeus em 1977, brilhantemente conquistada pelo nosso clube. Assisti ao vivo à primeira mão em Alvalade e pela RTP a esta transmissão que encheu de alegria todos os sportinguistas. Vale a pena recordar.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    António de Almeida 26.07.2018

    Mérito a Bruno de Carvalho para trazer de volta a modalidade? Concordo. Mérito pela conquista do título? Esse vai por inteiro para jogadores, técnicos e dirigentes da modalidade.
    Se quer fazer de Bruno de Carvalho o obreiro das vitórias, terá que assumir que também é o culpado nas derrotas e no futebol anda a perder há 5 anos...
    Eu não vou por aí, nunca fui, discordo da visão do rei sol, de colocar alguém no centro do mundo e Bruno de Carvalho é um péssimo gestor, alienado e lunático... Como tem sido fácil de verificar, nos últimos tempos roça a demência.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 27.07.2018

    Dou-lhe alguma razão, mas se formos por aí, os títulos de J Rocha tb foram dos jogadores.
    É óbvio que se há méritos nas vitórias, também houve deméritos nas derrotas.
    E Sr António de Almeida, não acha que já é tempo de parar com essas adjectivações de carácter?
    Já não fazem qualquer sentido,e só gera cada vez mais revolta.
    O Sporting tem de entrar num novo ciclo, com ou sem Bruno de Carvalho.
    O que é demais "cheira mal"

    Vítor
  • Sem imagem de perfil

    António de Almeida 27.07.2018

    Caro Vítor

    Os títulos são sempre de quem os conquista. Os dirigentes são importantes por criarem condições para a obtenção dos mesmos. Os ídolos são sempre atletas, nunca são dirigentes. Olhemos para o Real Madrid, mesmo Santiago Barnabéu cujo nome está imortalizado no estádio, é idolatrado ao nível de Di Stefano ou Puskas? Florentino Perez é idolatrado ao nível de Casillas, Raul, Ronaldo, Zidane ou Modric?
    É que não são nem podem ser. Nos tempos de João Rocha, sempre idolatramos atletas, não sabíamos, nem nos interessava saber os seus estados de alma, muito menos qualquer aspecto da sua vida. A minha adjectivação vem do facto que temos no Sporting, alguns sócios e adeptos que idolatram mais um dirigente que os próprios atletas, o que além de triste, é ridículo. Mas diga-se que foi sempre a postura do dirigente que os conduziu nesse sentido. Ah, agora aprendeu ao que dizem, vai aprender mais em breve...

    Saudações leoninas
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D