Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Hoje giro eu - Sonho de uma noite de Verão

O mercado de transferências finalmente fechou (até Janeiro) e já é possível fazer um balanço quasi-definitivo da forma como os 3 GRANDES mexeram nos seus plantéis este Verão:

 

SPORTING - as previsíveis vendas de Adrien (ainda por confirmar) e de William (provavelmente abortada, embora o mercado espanhol ainda esteja aberto durante o dia de hoje) foram antecipadamente compensadas com as compras de Battaglia, Bruno Fernandes e Mattheus Oliveira (ainda não se afirmou) e o regresso de Petrovic. O médio argentino foi testado com bons resultados na posição "6", mas, ficando William e saindo Adrien, poderá agora colmatar o lugar que o capitão deixa livre, a sua posição de raiz. Na defesa, chegaram para titulares Piccini, Mathieu e Fábio Coentrão e, para segundas opções, Ristovski, André Pinto e Jonathan. Saíram Schelotto, Paulo Oliveira, Ruben Semedo e Zeegelaar (renderam cerca de 25 milhões de euros) e regressou Tobias Figueiredo (uma incógnita pois parece ter regredido na época passada). Para o ataque, mantiveram-se os nucleares Gelson Martins e Bas Dost e chegaram Doumbia e Acuña. Podence e Alan Ruiz continuam, Iuri regressou, Gelson Dala foi promovido.

Em traços gerais, o Sporting parece estar mais forte em todos os sectores. Algumas dúvidas sobre a capacidade de Mathieu e Coentrão aguentarem uma época inteira e a zona central da defesa (sem o francês) é a que oferece mais dúvidas sobre a sua sustentabilidade (André Pinto ainda não apareceu).

Além disso, o Sporting ainda obteve alguns proveitos por via dos direitos de formação de Bruma (vendido pelo Galatasaray ao Leipzig) e pelo exercício da opção de compra de Sacko (Leeds).

Equipa tipo (a "bold", as novidades): Rui Patricio; Piccini, Coates, Mathieu, Fábio Coentrão; William, Battaglia, Bruno Fernandes; Gelson, Dost, Acuña.

 

Benfica - estranhamente (a saída de Lourenço Coelho, do Departamento de Futebol terá tido impacto?), o clube da águia não parece ter antecipado o mercado. Vendidos Ederson, Nelson Semedo e Lindelof (renderam 105 milhões). A defesa apresenta diversos problemas: na baliza, Bruno Varela não parece ter o nível do brasileiro e Svilar é um jovem de 17 anos. A lateral direita não foi colmatada em devido tempo, terá havido um erro de preparação. Pedro Pereira, o eleito para substituir Semedo, parece não ter provado, pelo meio houve um polaco que chegou e partiu, um junior (Buta) que foi opção e já foi emprestado e Douglas - estava em Barcelona desde 2014 e nunca foi titular - chegou em cima do fecho do mercado. No centro, Luisão e Jardel, pela idade, poderão vir a ter alguns problemas físicos e Lisandro Lopez parece ser a única opção, embora Kalaica, um jovem croata de 19 anos, seja promissor. À esquerda, Grimaldo tem habitualmente algumas lesões e Eliseu, apesar da complacência arbitral, poderá ter alguns problemas disciplinares, pelo que parece curto.

Para além da defesa, o Benfica parece não ter resolvido outros problemas e criado, sem necessidade, outros a Rui Vitória. Filipe Augusto não parece opção credível, por falta de intensidade, nem a Fejsa, nem a Pizzi, e a saída de Mitroglou parece inexplicável (aos 29 anos, vender metade ou a totalidade do passe faz diferença?), mais-a-mais tendo vindo um jogador (Gabigol) que ainda não provou na Europa e que tem um estilo de jogo não comparável com o do grego (mais parecido com o indiscutível Jonas). Seferovic parece uma boa contratação, embora a sua produção de golos, até à chegada ao Benfica, tenha sido escassa.

Equipa tipo: Bruno Varela; André Almeida, Luisão, Jardel, Grimaldo; Fejsa, Pizzi, Salvio, Cervi; Jonas, Seferovic.

 

Porto - o clube do Dragão, apertado pelo "fair play" financeiro, fez uma gestão inteligente do seu plantel (a fazer lembrar a primeira de Bruno de Carvalho, com Leonardo Jardim), vendendo André Silva e Ruben Neves ( valor combinado de cerca de 65 milhões de euros), recuperando jogadores emprestados, como Ricardo Pereira ou Aboubakar, e dando outras competências a Brahimi. Além disso, a sua maior força parece residir na alma do seu treinador, Sérgio Conceição, que montou um bom "onze" e um estilo de jogo mais ambicioso. As dúvidas maiores residem na (pouca) profundidade do plantel e na sua capacidade em aguentar o ciclo de jogos infernal, quando se iniciar a Champions.

Equipa tipo: Casillas; Ricardo Pereira, Felipe, Marcano, Alex Telles; Danilo, Oliver, Brahimi, Corona; Soares, Aboubakar.

 

Perante tudo isto, o Sporting tem uma oportunidade de ouro de ser campeão, desde que não perca o foco. Houve, há que reconhecê-lo um excelente trabalho de preparação da época desportiva (parece ser indiscutivelmente o clube que melhor mexeu), mas agora é necessária a máxima concentração e fazer de cada jogo uma final.

 

Esta é a realidade. Claro que haverá sempre rivais preparados para criar uma realidade alternativa ou uma percepção diferente da mesma - atirando pedras para o quintal do vizinho, a fim de esconder os seus próprios problemas -, nomeadamente aqueles que, quando fazem jus ao seu nome, são uns poetas.

 

 

32 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D