Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Hoje giro eu - LEXotan

Tem vindo hoje a ser abundantemente difundida por um conjunto de comentadores a ideia de que a Operação LEX não envolve o Benfica. Na minha opinião, envolve o Benfica (ou este vê-se envolvido) e importa, e muito, aos benfiquistas. Em que medida? A confirmar-se a veracidade das escutas citadas pelo CM, Luis Filipe Vieira teria alegadamente pedido ao Juiz Rui Rangel para mover influências junto de outros juízes, no sentido da obtenção de uma decisão favorável quanto a uma dívida fiscal de um filho seu, dando como contrapartida - e é aqui que LFV, alegadamente, envolve directamente o Universo Benfica (e indirectamente o Benfica) - um cargo remunerado na Fundação Benfica (fundada pelo Sport Lisboa e Benfica) e/ou na futura Universidade Benfica. Por isso, este caso, mais do que importar aos concorrentes do Benfica, é de toda a relevância ser do conhecimento dos sócios e adeptos do clube da Luz (e dos accionistas da sua SAD?), porque o Benfica ou, mais concretamente, empresas do seu universo - uma delas penso que ainda a constituir - estariam a ser, alegadamente, usados como contrapartida de resolução de questões que importam apenas ao cidadão Luis Filipe Vieira. Para além de um eventual ilícito - e até qualquer decisão tramitar em julgado deve ser seguido o princípio da presunção da inocência dos arguidos - é essa contrapartida, a ser verdadeira, que deverá preocupar os benfiquistas. Alguns deles, eventualmente menos preocupados com questões de ética, poderão menosprezar os alegados emails, vouchers ou suspeitas de viciação de resultados, talvez por considerarem que, por hipótese, mesmo vindo a ser provadas práticas ilegais, isso destinava-se a ajudar o Benfica a ganhar, mas neste caso, provavelmente, não perceberão qual a vantagem que poderia advir do consumo de recursos financeiros do Universo Benfica com o ordenado de Rui Rangel.

Com base nisto, talvez se compreenda o "spin" comunicacional e a razão pela qual alguns "opinion-makers" - em sentido contrário destaco a posição lúcida de Ricardo Araújo Pereira - tentam adormecer a nação benfiquista. 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 31.01.2018

    O que está aqui em causa é uma alegada contrapartida por um alegado ilícito, com empresas do universo do Benfica a serem utilizadas como moeda de troca. Não me parece comparável, tratando-se de um possível crime que está em investigação. Ainda que seja possível haver nos clubes esse tipo de situação relembro-lhe que a mulher do presidente do Sporting já era colaboradora do clube antes de o conhecer e antes do enlace.
  • Imagem de perfil

    Corvo 01.02.2018

    Nunca disse que não era.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D