Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Hoje giro eu - Jesus, tende Piedade de nós!

Jesus, o Jorge, quer mais reforços. Agora pretende um jogador para "acasalar" com Bas Dost. Eu vi-o durante 1 ano em Alcochete. É angolano e, tal como Wendel e Misic, segundo o Mestre ainda não está pronto. Vai daí, viajou até Vila do Conde onde, após longos 9 minutos em campo a interagir com uma equipa que mal conhece, marcou o seu primeiro golo ao serviço de um clube primodivisionário. Antes, já marcara 17 golos em apenas 1829 minutos pela Sporting B (média de 1 golo a cada 107 minutos), números muito semelhantes aos de um tal de Bas Dost (1 golo a cada 101 minutos). 

Ao contrário de Seydou Doumbia, Gelson Dala podia ser perfeitamente compatível com Dost. O ex-1º de Agosto joga bem fora da área, porque possui uma óptima recepção orientada, tem velocidade com bola e capacidade para a segurar mesmo quando pressionado. Aliás, o seu movimento de ontem ficou-me na retina: simulou ir para fora e, subitamente, tomou a direcção da grande-área, num bailado tão bem executado que deixou o defesa avense "nas covas". De seguida, isolado perante o guarda-redes adversário, disparou com a frieza habitual. 

Enquanto uns estão verdes, outros parecem maduros de mais. É o caso de um Alan Ruiz que aos 24 anos parece um idoso a jogar. Desafiador do toque de Midas do Grande Criador, não é que o argentino, jogando como segundo avançado, após 2062 minutos só marcou 7 golos (1 golo a cada 294 minutos) e fez 5 assistências (uma por cada 412 minutos)! Lá está, durante 1 ano, Gelson Dala teve apenas direito a jogar 71 minutos na equipa principal, Ryan Gauld tem 2 golos (1 golo por cada 160 minutos) e uma assistência em 321 minutos de utilização na equipa principal desde que chegou a Alvalade e Xico Geraldes, que leva 7 assistências (uma por cada 225 minutos) em 1581 minutos pelo Rio Ave, só teve direito a jogar 54 minutos pela principal equipa leonina. 

Depois, também me parece incompreensível a aposta em Bryan Ruiz como "8". O costa-riquenho simplesmente não tem intensidade defensiva, pese embora seja um jogador com grande cultura táctica e que sabe ocupar o espaço quando a equipa não tem a bola. O que Bryan aporta de positivo para a equipa é a sua técnica, a sua leitura de jogo, o seu passe, mas essas características são mais potenciadas jogando como ala esquerdo ou "10". Para além disso, a sua utilização ontem limitou os minutos de jogo de Palhinha, a quem Jesus depois de entregar o guião errado parece que agora nem o escreve. Certamente não teria havido o buraco no meio-campo, visível durante toda a primeira parte, se o ex-sacavenense tem actuado por detrás de Battaglia. Mesmo a solução de Bruno César a "8", com Bryan a ala, teria feito muito mais sentido, até porque qualquer um deles joga melhor nessas posições.

Enfim, não digo que os jogadores da nossa Formação não tenham de rodar por outros clubes. Se a escolha do clube (e do treinador) for correcta isso pode ser uma mais-valia. Mas, o que me custa é ver os jovens "queimados" em batalhas como a do Dragão, no ano passado (Matheus Pereira e Palhinha), ou Juventus (Palhinha), este ano, e não terem uma progressão sustentada. Exemplo disso, João Palhinha tem apenas 135 minutos de utilização pela equipa principal e ainda não se estreou na 1ª Liga, esta época, ele que, na época passada, tinha disputado 11 encontros na primeira divisão (quando quase tudo já estava irremediavelmente perdido) tendo apenas jogado desde Janeiro (anterior empréstimo ao Moreirense).

A direcção do clube tudo tem dado a Jesus. Depois das contratações desastrosas da época transacta (em doze, só se aproveitou Dost) as coisas este ano entraram nos eixos, como o prova a titularidade de 6 novos jogadores. O aumento dos Proveitos Ordinários e as  vendas de jogadores têm permitido equilibrar as contas e avalizam o investimento feito, mas houve também grande mérito na forma como se conteve os efeitos negativos do mau investimento da época passada, não se perdendo o timing da venda e não deixando depreciar mais os activos. Chegam agora mais três jogadores. Quantos estarão prontos para a guerra e quantos mais terão de chegar para um dia sermos campeões? No entretanto, acreditemos na competência de Bruno Carvalho e de Carlos Vieira para que a balança não se desequilibre. 

Quanto ao treinador, tenho vindo a elogiar a forma como põe as suas equipas a jogar e a leitura que faz dos adversários e a melhor forma de os contrariar. Bem sei que um treinador tem de arranjar soluções, mas quando estas se transformam em problemas adicionais recordo-me sempre das sábias palavras de Confúcio: "se o problema tem solução, concentra-te na solução, se o problema não tem solução, porque é que te preocupas?". Uma coisa são soluções, outra são invenções, outra ainda são teimosias que custam pontos e põem em causa a nossa sustentabilidade. Já nos basta a saga dos laterais esquerdos. Custa-me mais ver estagnar jogadores da nossa Formação que facilmente poderiam valer 10/15 milhões de euros do que a perda que se pode vir a ter por via do investimento em Alan Ruiz. Na mesma lógica, também nos deveríamos questionar da razão pela qual jogadores com valor de mercado de 1 milhão (Bryan e Petrovic) continuam a tirar o lugar à nossa juventude.

dalaecompanhia.jpg

 

20 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D