Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Hoje giro eu - Ganhar o que está à mão, perder o que está ao pé

Quando temos um treinador de andebol, de seu nome Hugo Canela, que transforma os 10(!) jogos de Champions mais a pré-eliminatória numa oportunidade para o crescimento competitivo da equipa - nunca dando relevo ao cansaço daí decorrente - , quando um treinador de voleibol, Hugo Silva, pega numa babilônia de jogadores, muito deles veteranos, cansados de duras batalhas anteriores, e fazendo das fraquezas forças se sagra campeão - nunca valorizando o facto da equipa treinar em Fiães, no Norte do país, só se deslocando a Lisboa para os jogos - , quando tudo isto acontece, dizia, acrescido do ênfase de ambos os treinadores em dar mérito aos jogadores, fica claro porque falhamos consecutivamente no futebol. É só fazer aquele passatempo de ‘descubra as diferenças‘... 

 

#savingprivateryan

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 07.05.2018

    A sua análise tem os seus méritos, mas tudo isso também é transversal ao FC Porto e eles tiveram união e concentração e , bem liderados por Sérgio Conceição, foram campeões nacionais, meu caro JHC.
  • Sem imagem de perfil

    JHC 07.05.2018

    E com todo mérito, caro Pedro Azevedo.
    Num dos anos mais difíceis da sua história.
    E como vivo no Norte e tenho muitos amigos portistas, posso dizer que mesmo nos momentos mais difíceis, como na goleada sofrida com o Liverpool ou nas eliminações das Taças com o Sporting, nunca viraram a sua luta para dentro de portas.
    Não criticaram Sérgio Conceição, Marcano ou qualquer outro jogador que tenha falhado. Como disse e bem, uniram-se contra o inimigo externo para vencer. E venceram.
    Não foi Kelvin, foi Herrera e foi Tondela. Tiveram a sorte nestes momentos mas trabalharam muito para merecê-la.
    Posso também afirmar que muitos destes meus amigos torceram pelo Sporting nas competições europeias e nos jogos contra o Benfica.
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 07.05.2018

    Caro JHC, trabalhei alguns anos para uma empresa com sede no Porto. A empresa tinha um camarote no Dragão e tive oportunidade de lá ver o Sporting diversas vezes, a mais memorável das quais terá sido a do golo de Tello. O que lhe posso dizer ê que ouvia, tanto de colegas como dos adeptos porristas em geral, críticas recorrentes tanto a Jesualdo como, principalmente, a Vitor Pereira e ambos ganharam inúmeros campeonatos. As coisas são o que são e os resultados, e principalmente as exibições, é que formam a opinião pública. Aqui e lá. Acresce que os sócios e adeptos do Sporting são dotados de uma resiliência especial e conseguem perpetuar o sportinguismo, passando-o de geração para geração como ninguém. Só assim se explica termos 3,5 milhões de simpatizantes em cenário tão escasso de títulos. Ainda no outro dia referia que só os nossos reformados se lembram de ver o Sporting ganhar um campeonato num ano ímpar , por exemplo. Estes sportinguistas, estes leões , que desconsideramos quando dizemos que criam ruído, mostraram no voleibol e no andebol o quão são importantes. No vôlei foram absolutamente fundamentais como aliás Maia destacou e ontem, no andebol, quando o Benfica deu a volta, puxaram com o seu apoio a equipa para a frente de novo.
    Quando os casamentos estão em crise, os conjugues mal se falam. Deixe falar, JHC, é sinal de vitalidade. Não somos nós que entramos em campo, mas ajudamos a ganhar jogos com o nosso apoio, porque independentemente das críticas amamos incondicionalmente o clube. A natureza do nosso amor pelo Sporting é incorruptível .
    Abraço e SL
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D