Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Hoje giro eu - Fim de ciclo

Não gosto de invocar Deus em vão, mas Ele sabe o quanto fui aqui perorando, desde Abril, no sentido de que o bom senso imperasse. Reconheci, ab initio, que o presidente tinha tido uma precipitação grave, mas temi que se abrisse um precedente complicado para qualquer futuro presidente caso os jogadores saíssem a ganhar. Por isso, pedi a todos os envolvidos (treinador incluido) que pusessem o Sporting em primeiro lugar. Escrevi sobre isso aqui , aquiaqui ou aqui e (se lerem) verificarão que já na altura temia que chegássemos a este limbo. 

Parecia que se tinha alcançado a bonança, mas afinal era uma paz podre. Já não interessa quem tem razão. Bruno de Carvalho teve todas as oportunidades. Houve, inclusivé, quem arriscasse a sua reputação para na hora H sair publicamente em sua defesa, como foi o caso do Dr. Eduardo Barroso. Quando um presidente perde o respeito de funcionários do clube - não uns funcionários quaiquer, que me desculpem todos os outros, mas aqueles cujos direitos económicos constituem o maior activo da sociedade desportiva do Sporting  - e quando as claques se transformam em milícias e invadem a Academia para agredir jogadores e técnicos, só se impõe uma possibilidade, o pedido de demissão imediato do presidente Bruno de Carvalho. Não foi por falta de aviso de diferentes quadrantes mas, agora que os acontecimentos tomaram estas proporções, Bruno de Carvalho não tem alternativa possível, devendo assumir a responsabilidade política sobre os factos. Que preste um último serviço ao clube e crie condições para que alguém possa recolher os cacos e voltar a uni-los. Não será fácil, o tempo urge e escuso de lembrar a "oportunidade" que isto cria, a qual, a concretizar-se, muito lesará a nossa SAD...

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 15.05.2018

    Caro JPT,

    desta vez não lhe posso dar razão. Se lê os meus Posts sabe que também não gostei da atitude dos jogadores, logo em Abril, e que o disse aqui. Depois, quando veio a teoria de que desde o "secador de cabelo" do presidente ganhávamos tudo, avisei num Post que as causas a favor são sempre mais duradouras do que as causas contra alguém. Finalmente, na véspera e no próprio dia do jogo, Bruno de Carvalho decidiu ironizar com a liderança do treinador. Eu, que há muito tempo que percebi que JJ não é o homem indicado para o nosso clube, não entendo como se pode criar desestabilização de dentro mesmo antes do jogo provavelmente mais importante da época. Devo dizer que não gostei da atitude de vários jogadores na Madeira. Não gostei, mesmo. Mas, uma cisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Não irei a correr ao apelo do Humans of Sporting. Certamente não o farei. Mas, que homem seria eu se estivesse a mostrar aos meus filhos que o que vivemos hoje está correcto? Os acontecimentos de hoje na Academia são uma vergonha. Ponto. Curiosamente, ontem, alguns anónimos apareceram na caixa de comentários de um Post meu a louvar o líder da claque e umas palavras agressivas que teria proferido. Logo, na altura, lhe respondi que sou contra qualquer forma de violência.

    As coisas simplesmente não se resolvem assim. E BdC teve o apoio de muitos de nós para criar a oportunidade de dar a volta ao texto. Não o fez. Não tem mais condições para ficar.
  • Sem imagem de perfil

    JPT 15.05.2018

    Mas onde é que eu digo que bater em jogadores está correcto? Não só esta incorrecto como, espero eu, vá dar cadeia aos responsáveis. É uma vergonha. Agora é uma vergonha que era previsível e que era, de algum modo, inevitável, e na qual o papel dos jogadores não pode ser omitido. A direcção deve mandar, porque, se ela não trabalhar bem, derrubá-mo-la com o voto. Já foi feito e podemos fazê-lo de novo. Se forem os jogadores ou o treinador a mandarem, e estes não trabalharem bem, como é que se reage? Acho que a resposta se tornou evidente. Assim, ao responderem ao estúpido "post" do presidente, desautorizando-o, os jogadores colocaram-se numa posição lamentável, que se tornou irreversível pelos sócios que lhes deram respaldo, com este catastrófico resultado. Mas o problema é crónico, e não há nada a fazer, veja-se que, perante a ameaça de rescisões contratuais, fundamentadas, precisamente, na eventual responsabilidade da SAD pelo sucedido, vem o Dr. Ricciardi dizer que as agressões desta tarde foram permitidas "com total incúria pela administração da SAD" do clube, e prestando essas declarações à CMTV, que ainda hoje imputava ao SCP, sem quaisquer provas, a prática de actos de corrupção. O ódio ao presidente do SCP é tamanho que há gente que está pronta para afundar o Clube, aliar-se aos seus mais ferozes inimigos, e violar as mais básicas regras que permitem o funcionamento de uma instituição. E fazer o mal e a caramunha. SL!
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 15.05.2018

    Os presidentes derrotados pela incompetência da sua gestão defendem-se com a atitude dos jogadores. Não sei se Godinho Lopes fez o mesmo, se não fez, poderia tê-lo feito afinal também não era ele que andava em campo eram os jogadores. Quando há este nível de caos no clube a responsabilidade é do presidente. Falhou na sua missão ao ponto de poder levar o clube à ruína. Como pode ser defendida a sua continuidade?

    JRamos
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D