Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Futuro (Quase Imediato): não sacudir a caspa do ombro

Zeitung_Derenburg_1555_crop-2-640x330.jpg

 

Há poucos dias aqui o escrevi: (quase) todos no "Universo Sporting" apoiámos Bruno de Carvalho. Conviria não esquecer isto. Por duas ordens de razões:

 

1. para não voltarmos a pactuar com princípios socioculturais adversos à vida civilizada, em nome do aparente progresso do clube. Ou seja, que o egocentrismo e as tendências autocráticas sejam escrutinados em hipotéticos candidatos futuros (agora e "para sempre") e sirvam como pontos muito adversos na ponderação da sua pertinência. E, acima de tudo, que seja erradicado o abjecto "claquismo" - que ontem, na assembleia-geral, tanto se mostrou, evidenciando sem qualquer máscara como Bruno de Carvalho o considerou como fundamental para o seu exercício presidencial, deixando bem perceber a sua responsabilidade moral no processo que conduziu ao AlcocheteGate, para quem ainda tivesse dúvidas;

 

2. mas também é fundamental recordar isto: Bruno de Carvalho fez um excelente trabalho durante o seu primeiro mandato (que raio se terá passado?, inebriou-se com a esmagadora maioria obtida, deriva de imaturidade? algo mais grave sob o ponto de vista pessoal?). E foi esse excelente trabalho que conduziu ao (quase) universal apoio que recebeu do "Universo Sporting". Sacudir a caspa do ombro, clamar "eu nunca tive nada a ver ...", "eu nunca tive dúvidas", é uma injustiça e uma falsidade. Essa foi a era do nosso "Bruno". Saúde-se o realizado, e continue-se se possível.

 

Com isto quero sublinhar algo. Por mais que BdC seja (radicalmente) egolátra - como tão bem o Pedro Correia aqui o definiu - ele não trabalhou sozinho. Se as maldades acontecidas, o "mustafismo" desbragado que brotou, foi algo colectivo pois também alimentadas pela turba que acarinhou, as realizações que aconteceram foram também obra dos seus colaboradores. Alguns que se terão mantido no trabalho (emprego ou colaboração) - não estou a falar dos últimos 6 do Conselho Directivo, cuja recusa em encarar o óbvio tanto custou ao clube. Por tudo isso o pior será agora consagrar o "sacudir a caspa do ombro" através de uma "caça às bruxas", uma perseguição a sportinguistas (profissionais ou não), relacionados com o clube que trabalharam e, nisso, apoiaram Bruno de Carvalho.

 

É isto, convém não esquecer, (quase) todos fomos Brunistas. E, diga-se, muito justificadamente.

 

Estou a falar de alguém em particular? Logo à cabeça sim: Augusto Inácio - estou crente que veio agora com "És a Nossa (Boa) Fé" tentar minorar os prejuízos do clube. Não estou a defender que fique no posto que tem agora, não me cumpre dizê-lo nem tenho saberes para o afirmar. Mas já me cheira a fogueira, com lenha húmida (para arder mais lentamente). Deixemo-nos disso. Não sacudamos a caspa do ombro.

 

Ou saltemos todos para o fogo.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D